Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Maradona: "Gostaria que Ronaldo fosse argentino"

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/06/2017 Alcides Freire
© EPA/Ahmed Al-Fardan

Antigo craque das pampas considera o avançado português "um animal", mas continua a preferir o compatriota Lionel Messi.

O antigo futebolista argentino Diego Maradona disse esta segunda-feira que prefere o seu compatriota Lionel Messi a Cristiano Ronaldo, mas reconheceu que o português é "inacreditável".

"Prefiro Messi a Cristiano Ronaldo, mas devo admitir que ele é um animal. É inacreditável", disse o campeão do mundo de 1986, atualmente com 56 anos.

Maradona teve mais elogios para o madeirense, comparando-o a outro compatriota seu, que disputou os mundiais de 1994, 1998 e 2002: "Gostaria que ele fosse argentino. Faz-me lembrar o Gabriel Batistuta. Sempre que tocava na bola era golo."

Ainda assim, Maradona diz preferir Messi, que joga no Barcelona, e que considera o melhor jogador do planeta, mesmo que nunca tenha vencido um Mundial, tal como Cristiano Ronaldo.

"Não me lembro de o ver jogar mal. Sozinho, não poderá vencer um Mundial. É preciso uma equipa sólida", justificou, considerando que "a história do futebol vai lembrar-se de Messi".

Maradona conclui a admitir que Messi e o futebol se engrandeceram mutuamente - "o futebol deu-lhe muito, tal como ele deu ao desporto" - e diz que "ser campeão do mundo apenas melhorará a sua imagem, resultando numa bela fotografia".

O melhor do MSN em qualquer dispositivo


AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon