Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Marc Marquez conquista Grande Prémio da Catalunha em final emocionante

Logótipo de LusaLusa 15/06/2014 Vítor Rodrigues

Montmeló, Espanha, 15 jun (Lusa) - O motociclista espanhol Marc Marquez (Honda) venceu hoje o Grande Prémio da Catalunha, obtendo o sétimo triunfo em outras tantas provas do Mundial de 2014, num final emocionante protagonizado com o companheiro e compatriota Dani Pedrosa.

Marquez, campeão do Mundo em título e que prossegue o seu domínio avassalador no campeonato, assumiu a liderança na fase final da prova e, com Pedrosa e ainda o italiano Valentino Rossi (Yamaha), protagonizou um eletrizante final de corrida.

Depois de terem conseguido deixar Rossi na terceira posição, os dois espanhóis protagonizaram uma luta sem tréguas nas últimas voltas e quase que ambos acabavam fora de corrida, quando a roda dianteira da moto de Pedrosa tocou na moto de Marquez, mas ambos os pilotos conseguiram manter-se em prova.

O toque fez com que Pedrosa perdesse a segunda posição para Rossi, enquanto Marquez manteve o equilíbrio e obteve assim a 100.ª vitória da Honda em provas do MotoGP.

No campeonato, Marquez lidera com 175 pontos, mais 58 do que Rossi, segundo classificado, e 63 do que Pedrosa, terceiro.

Na categoria de Moto2, o espanhol Esteve "Tito" Rabat (Kalex) cumpriu um fim de semana perfdeito e, depois de ter assegurado no sábado a "pole-position", conquistou hoje a vitória na prova, que dominou de princípio a fim.

Apenas o seu compatriota Maverick Vinales (Kalex) conseguiu aguentar o ritmo nas primeiras voltas, tendo Rabat assegurado assim o sxeu quarto triunfo da temporada e alargar a sua vantagem na liderança do campeonato, detendo 34 pontos de vantagem para o finlandês Mika Kallio (Kalex) e 60 para Vinales.

Alejandro Garcia/EFE © @ EPA / Alejandro Garcia Alejandro Garcia/EFE

Em Moto3, o espanhol Alex Marquez (Honda) conquistou a sua primeira vitória da temporada, prova na qual Miguel Oliveira (Mahindra) foi 12.º.

Marquez alcançou a segunda vitória na sua carreira nesta categoria e aproveitou da melhor maneira o facto de ter saído da "pole-position" para ganhar vantagem logo nas primeiras voltas, tendo assegurado uma diferença de três segundos para um grupo perseguidor, que manteve até final.

A luta pelas posições imediatas foi bem mais acesa, tendo o segundo lugar sido conquistado pelo jovem italiano de 16 anos Enea Bastianini (KTM), que já no sábado tinha surpreendido, ao ser segundo na qualificação.

Apesar de más prestações na qualificação de sábado, o australiano Jack Miller (KTM), líder do Mundial, e o italiano Romano Fenati (KTM), segundo no campeonato, efetuaram excelentes recuperações, com o australiano a terminar a prova na quarta posição, depois de ter partido do 16.º posto, enquanto o transalpino foi quinto, depois de ter largado do nono lugar.

Embora no sábado tenha conquistado a sua melhor classificação da temporada em qualificação, o português Miguel Oliveira não conseguiu tirar partido do facto de ter arrancado do sétimo posto, terminando a corrida na 12.ª posição, a 19,042 segundos do vencedor.

“A equipa fez um grande esforço para montar uma moto completamente nova para a corrida para eliminar qualquer imprevisto. Ainda assim, o `warm-up´ não esteve a nosso favor, na medida em que o piso estava molhado e, na corrida, nem o motor nem a ciclista corresponderam às minhas necessidades”, disse Miguel Oliveira, citado pela sua assessoria de imprensa.

Em relação à próxima prova, Miguel Oliveira manifestou o desejo de encontrar soluções rapidamente: “20 segundos de diferença nesta altura do campeonato é muito. Espero que possam ser encontradas soluções em breve, que me permitam ser rápido quando se roda sozinho”.

Miguel Oliveira ocupa presentemen o 11.º posto da classificação geral do campeonato com 37 pontos, longe dos 117 do comandante Jack Miller.

A próxima corrida está marcada para a Holanda, no dia 28 de junho.

VR // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon