Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Marcano quer aumento e espera pelo FC Porto

Logótipo de O Jogo O Jogo 30/06/2017 Alcides Freire
© Fornecido por O jogo

Central espanhol quer renovar pelo menos até 2020 e tem consciência de que é hoje um jogador mais respeitado do que quando chegou

Iván Marcano quer ficar no Porto, mas não a qualquer preço. Foi isso que o central comunicou à SAD ainda no decorrer da época que hoje termina de forma oficial, quando convidado a prolongar o contrato que termina em 2018. O espanhol tem vários clubes no seu país interessados nos seus serviços, depois de um ano em que limpou a imagem do anterior, ganhou novamente força junto do mercado médio/alto espanhol e "obrigou" o FC Porto a tentar segurá-lo. A primeira proposta foi recusada, mas o empresário do jogador, Inãki Ibañez, garante que a SAD sabe exatamente o que é preciso para aquele que já é um dos capitães da equipa assinar um novo vínculo.

Marcano apresenta-se na segunda-feira e o FC Porto avançará mesmo para uma nova oferta, já mais vantajosa para o jogador e mais próxima daquilo que, acredita, poderá convencer o espanhol a ficar. Marcano quer um salário mais alto, de acordo com o papel que conquistou na equipa. Além disso, não quer renovar se não for, pelo menos, até 2020, ano em que completa 33 anos de idade.

citacaoDragões viram a primeira proposta recusada pelo jogador e estão prestes a formalizar nova oferta. Segunda, quando chegar, o espanhol voltará a falar com a SAD

Inãki Ibañez não se quis alongar muito sobre o assunto. "Não comento notícias de jornais. Só opiniões de pessoas", respondeu, a propósito do que se tem dito sobre o jogador, desde a nova proposta do FC Porto ao interesse de clubes como Espanhol ou Villarreal. "O Iván [Marcano] tem mais um ano de contrato e no dia 3 [segunda] estará no Porto para treinar. Não há mais nada", resumiu. "Estamos abertos a tudo no que toca ao contrato. Se nos chamarem para renovar, ouviremos o FC Porto", reforçou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon