Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Marcelo patrocina e encerra conferência sobre "Mulheres na Liderança"

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/07/2017 Administrator

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai encerrar na sexta-feira uma conferência sobre "Mulheres na Liderança", que tem o seu alto patrocínio, organizada pela Associação de Mulheres Embaixadoras em Portugal.

Esta iniciativa vai realizar-se no Palácio da Cidadela de Cascais e contará com o contributo do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, através de uma mensagem em vídeo, na sessão de abertura, marcada para as 09:30. O encerramento está previsto para as 13:00.

Subordinada ao tema "Mulheres na Liderança: Através das lentes dos setores público, privado e dos media", a conferência será composta por três painéis, moderados pelos presidentes dos conselhos de administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD), Rui Vilar, e do Banco Português de Investimento (BPI), Artur Santos Silva, e pela jornalista da SIC Clara de Sousa.

A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Janira Hopffer Almada, de 36 anos, a vice-primeira-ministra da Ucrânia, Ivanna Klympush-Tsintsadze, a eurodeputada do PS Ana Gomes e a embaixadora Simona Miculescu, representante das Nações Unidas em Belgrado, Sérvia, vão intervir no primeiro painel, "Mulheres no setor público".

O segundo painel será sobre "Mulheres no setor privado" e vai debater o seu papel na inovação e o potencial contributo para o crescimento económico, com a participação de gestores e empresários, três mulheres e um homem, enquanto o terceiro painel será dedicado às "Mulheres nos media", e mecanismos de desigualdade neste setor.

Neste último painel vão participar a jornalista da Antena 1 Maria Flor Pedroso, a jornalista de televisão indiana Barkha Dutt, Luzia Moniz, da Plataforma para o Desenvolvimento da Mulher Africana, e Daniel Proença de Carvalho, presidente do grupo Global Media, que detém, entre outros, os jornais Diário de Notícias e Jornal de Notícias e a rádio TSF.

Na nota de divulgação desta iniciativa, a Associação de Mulheres Embaixadoras, que junta 24 chefes de missões diplomáticas em Portugal, afirma que esta conferência será uma oportunidade para debater "os obstáculos ao avanço das mulheres nestes setores e quais as possíveis soluções", e também para falar de "modelos de sucesso".

"Juntos, esperamos aprender a partir de experiências diferentes e fazer avançar a agenda de emancipação das mulheres", acrescenta esta associação de diplomatas, que se constituiu em 2014 e é presidida por Caroline Fleetwood, embaixadora da Suécia em Lisboa.

A Associação de Mulheres Embaixadoras em Portugal já organizou, em outubro, uma conferência com o alto patrocínio do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, sobre "Mulheres e Diplomacia", no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP).

Na altura, o chefe de Estado defendeu que deve haver paridade na diplomacia, referindo que a desigualdade persiste nos escalões superiores, e nesse contexto definiu-se como feminista.

Logo após tomar posse como Presidente da República, em março do ano passado, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu as embaixadoras acreditadas em Lisboa e declarou que a questão da igualdade de género estava no topo das suas preocupações.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon