Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Maria Sharapova volta a um Grand Slam com convite para o Open dos Estados Unidos

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/08/2017 Mónica Santos

Tenista russa vive há duas décadas nos Estados Unidos da América. Depois de ter sido suspensa por 15 meses, devido a doping, ainda não tem ranking para competir a este nível.

A tenista russa Maria Sharapova recebeu, esta terça-feira, um convite para participar no sorteio do Open dos Estados Unidos, que principia a 28 de agosto em Flushing Meadows, voltando a um Grand Slam um ano e meio depois.

A antiga número um mundial, que esteve banida durante 15 meses devido a doping, está entre as oito mulheres que receberam convite para integrar o lote de 128 tenistas em prova.

A punição terminou apenas em abril, pelo que a russa de 30 anos ainda não tem 'ranking' para integrar as principais provas do calendário internacional.

© Fornecido por O jogo

Sharapova não recebeu convite para Roland Garros e não quis receber para Wimbledon - não poderia disputar qualquer deles, por estar lesionada - pelo que só agora, mais de um ano e meio depois, volta a disputar um torneio do Grand Slam.

Foi no Open da Austrália, em janeiro de 2016, que testou positivo por meldonium.

Sharapova, que reside nos Estados Unidos há duas décadas, tem cinco títulos no currículo em majors, incluindo a vitória no Open dos Estados Unidos, em 2006.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon