Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Marido e ex-treinador de Jeannie Longo condenado

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/03/2017 Alcides Freire

O mesmo tribunal considerou que Ciprelli, de 62 anos, é culpado de "contrabando de mercadoria proibida"

Patrice Ciprelli, marido e ex-treinador da antiga ciclista francesa Jeannie Longo, foi hoje condenado pelo Tribunal de Grenoble, em França, a um ano de prisão, com pena suspensa, por importação ilegal da substância dopante EPO.

O mesmo tribunal considerou que Ciprelli, de 62 anos, é culpado de "contrabando de mercadoria proibida", tendo os juízes considerada provada a compra no estrangeiro, entre 2008 e 2011, de 33 frascos de EPO, por um valor de 2.945 euros.

Em fevereiro de 2012, Ciprelli tinha afirmado que adquiria a substância para consumo próprio e não para a sua mulher, justificando-a pelos vários acidentes de bicicleta que sofreu, recorrendo à EPO para ajudar à regeneração muscular.

Esta foi a segunda vez que o nome de Jeannie Longo apareceu associado a substâncias dopantes.

© Fornecido por O jogo

Em novembro de 2011, a Agência Francesa Antidopagem lançou uma investigação depois de a ex-ciclista ter falhado três controlos, uma falha equiparada a um controlo positivo.

No entanto, Longo foi absolvida devido a falhas nos processuais.

A ciclista, atualmente com 58 anos, dominou o ciclismo feminino na década de 90, tendo conquistado, ao longo da carreira, quatro medalhas olímpicas, incluindo a de ouro na prova de fundo de estrada nos Jogos Atlanta1996.

Ao longo da carreira, Longo sagrou-se 59 vezes campeã francesa e 13 campeã mundial.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon