Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Martin Shkreli põe à venda única cópia de disco dos Wu-Tang Clan que comprou em 2015

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/09/2017 Administrator

O gestor de fundos Martin Shkreli, recentemente condenado por fraude nos Estados Unidos, decidiu colocar à venda, na plataforma eBay, a única cópia de um disco dos Wu-Tang Clan que comprou em 2015.

Às 11:30 de hoje (hora em Lisboa), as licitações pelo disco "Once Upon a Time in Shaolin", classificado pelo grupo de hip-hop como o álbum mais caro de sempre por ser uma cópia única de um trabalho que demorou anos a gravar, aproximavam-se já de um milhão de euros.

Shkreli, de 34 anos, colocou no eBay uma foto de si próprio, datada de terça-feira, a segurar no CD, e explicou que quando adquiriu o disco fê-lo como "presente ao Wu-Tang Clan pela sua tremenda produção musical".

"No entanto, fui alvo de desprezo por parte de, pelo menos, um dos seus (menos inteligentes) membros e o mundo em geral não encarou o meu propósito como a atribuição de valor sério à música. Ficarei curioso para ver se o mundo valoriza a música tanto como eu. Doei a muitas bandas de rock e rappers ao longo dos anos para garantir que continuam a produzir a sua arte, quando poucos outros o fariam", escreveu Shkreli, que admitiu a possibilidade de cancelar a venda e partir o disco como resultado de frustração.

O empresário, que pagou dois milhões de dólares pelo disco em 2015, anunciou ainda que pretende doar metade do valor da venda para investigação médica.

"Não estou a vender isto para angariar dinheiro. As minhas empresas e eu temos quantidades inéditas de dinheiro em mãos. Espero que alguém com um coração maior pela música possa ser encontrado para esta peça única e a torne disponível para que o mundo a oiça", acrescentou.

Shkreli tornou-se conhecido internacionalmente quando multiplicou o preço de um medicamento destinado a seropositivos, produzido por uma das empresas na qual havia investido. A partir desse momento foram várias as ocasiões em que foi rotulado de "o homem mais detestado da América".

A venda em leilão acontece um mês depois de ter sido condenado por fraude em Nova Iorque, enquanto aguarda a sentença.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon