Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Maxi: "Pode ser meu amigo, mas no túnel talvez já nem cumprimente"

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/04/2017 Alcides Freire
Maxi e Gaitán, amigos no Benfica, rivais no clássico © Jorge Amaral/Global Imagens Maxi e Gaitán, amigos no Benfica, rivais no clássico

Maxi vive a segunda temporada no FC Porto depois de ter passado oito épocas no Benfica

Pinto da Costa chamou-lhe jogador "à FC Porto" e todos conhecem o espírito de Maxi. O próprio não o nega. "Entrar em campo é defender os meus companheiros, o trabalho dos funcionários e toda a gente. Esse tem de ser um pouco o compromisso do jogador. Não pode ter amigos em campo, mesmo que do outro lado esteja o melhor amigo. Sempre o encarei assim. Essa é a única maneira de estar completamente focado", opinou.

A prova foi dada na estreia em clássicos pelo FC Porto. O Benfica foi jogar ao Dragão e Maxi vigiou Gaitán. "Sentia-me como uma criança, pelos nervos de jogar contra ex-companheiros... Mas era tanta a vontade, que estava a mil à hora. E tinha esse amigo do outro lado, mas é como digo: pode ser meu amigo, mas se o vejo no túnel... talvez já nem cumprimente, mesmo que há 3 horas tenhamos falado por telefone. Esse foi dos jogos mais bonitos que vivi com a camisola do FC Porto", terminou.

O melhor do MSN em qualquer dispositivo


AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon