Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Melhorias permitem ao aeroporto de Maputo receber aviões maiores e mais passageiros

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/10/2017 Administrator

O Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, inaugurou hoje uma nova área de manobras que permite ao Aeroporto Internacional de Maputo receber aviões maiores e mais passageiros, sublinhou o chefe de Estado.

O aeroporto passa a seguir os parâmetros de "auditorias das companhias aéreas mais exigentes do mundo", referiu o chefe de Estado.

A infraestrutura passa a satisfazer os requisitos de operação dos maiores aviões comerciais, incluindo o Airbus A380, e a capacidade instalada para acolhimento de passageiros sobe de um para cinco milhões por ano.

Filipe Nyusi destacou ainda na cerimónia de hoje a intenção do Governo de criar oportunidades para a entrada de novas companhias na exploração de rotas domésticas.

As obras hoje inauguradas consistiram na construção de uma área de estacionamento de aeronaves e equipamento do terminal de carga, reabilitação de pistas e instalação de novos sistemas de sinalização e iluminação.

Os trabalhos contaram com um financiamento conjunto do governo francês, no valor de 44 milhões de dólares norte-americanos (37,6 milhões de euros), e do Banco Europeu de Investimento (BEI), com 20 milhões de dólares (17 milhões de euros).

A inauguração aconteceu no mesmo dia em que a China doou 15 milhões de dólares (12,7 milhões de euros) para a construção de um novo aeroporto em Xai-Xai, no sul e Moçambique, a 200 quilómetros de Maputo.

Esta outra infraestrutura já foi apontada por Nyusi como "um aeroporto alternativo em situações de emergência", bem como uma estrutura destinadas a "facilitar a assistência das populações quando ocorrem calamidades naturais".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon