Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Merkel diz não "poder calar-se" face a violações do Estado de direito na Polónia

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/08/2017 Administrator

A chanceler alemã, Angela Merkel, considerou hoje não "poder calar-se" face as violações do Estado de direito na Polónia, referindo-se a uma controversa reforma judicial cuja revisão foi pedida pela Comissão Europeia.

"O Estado de direito na Polónia é uma questão séria. Os princípios do Estado de direito são o fundamento da cooperação da União Europeia e levo muito a sério o que a Comissão Europeia diz sobre o assunto", declarou Merkel na sua conferência de imprensa anual.

"Independentemente do nosso desejo de ter boas relações com a Polónia, nossa vizinha (...), não podemos simplesmente calar-nos e nada dizer só para ter paz", adiantou.

A Comissão Europeia ameaçou ativar o artigo 7 do tratado da União Europeia (UE) se a Polónia não alterasse as suas reformas. Este procedimento inédito pode levar a uma suspensão dos direitos de voto de um país no Conselho da União.

A 26 de julho, o executivo europeu deu um mês a Varsóvia para acabar com a "ameaça sistémica" sobre o Estado de direito e para o "informar das medidas tomadas" para modificar uma série de reformas que considera lesarem a independência da justiça. A Polónia contesta.

As relações entre Varsóvia e a UE degradaram-se desde o regresso ao poder dos conservadores nacionalistas do PiS.

A Polónia não gostou que o polaco Donald Tusk tivesse sido reconduzido como presidente do Conselho Europeu contra a opinião do seu país, considerando a decisão como uma "imposição de Berlim".

O líder do PiS, Jaroslaw Kaczynski, também acusou a Alemanha de rejeitar a sua responsabilidade pela II Guerra Mundial e anunciou uma lei para reclamar indemnizações a Berlim.

Varsóvia também está em conflito com Paris, Berlim e Viena em relação ao aumento do rigor da diretiva europeia sobre o trabalho destacado.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon