Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Miguel Leal: a rotina que não é superstição e os penteados dos jogadores

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/03/2017 Alcides Freire

Na edição deste domingo do jornal O JOGO, Miguel Leal revê numa entrevista exclusiva o sucesso alcançado ao comando do Boavista, que já garantiu a permanência na I Liga:

"O segredo está no trabalho, na dedicação, na estrutura que nos deu apoio e contribuiu para que tudo continuasse a correr bem. Mas houve também a aceitação dos jogadores, a entrega e o espírito de superação", explicou o treinador do Boavista, Miguel Leal.

© Fornecido por O jogo

amazon2017/03/miguel_leal_20170318171022

Agora que não há a pressão dos resultados e a Europa não é uma luta para se assumir já, importa praticar bom futebol. "A valorização dos ativos é uma das preocupações e um dos objetivos do clube. Para isso temos que os meter a jogar bem, a fazer coisas bonitas e que produzam espetáculo", explica o treinador, que quase passou ao lado da carreira: "Durante oito anos, andei no futebol como segunda opção e cheguei a pensar que nunca seria treinador."

E-PAPER: ENTREVISTA COMPLETA NA EDIÇÃO DE DOMINGO D' O JOGO.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon