Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Miguel Oliveira aponta ao pódio em Itália

Sportinveste 28/05/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Miguel Oliveira terminou no quarto lugar o Grande Premio de Itália em Moto3, sexta prova do Campeon ...: Miguel Oliveira acaba no quarto lugar em Mugello © Sportinveste Multimédia Miguel Oliveira acaba no quarto lugar em Mugello

Piloto português da Mahindra espera melhorar o quarto lugar alcançado no ano passado no Grande Prémio de Itália e, quem sabe, até vencer.

O piloto Miguel Oliveira, da Mahindra, revelou hoje que pretende melhorar no Grande Prémio de Itália, em Mugello, a contar para o Campeonato do Mundo de Moto GP, o quarto lugar alcançado o ano passado e, se possível, vencer.

Miguel Oliveira começou a semana com treinos em San Marino, onde trabalhou alguns aspetos detetados na sua MGP3O que precisam de ser melhorados e na prova a realizar no circuito de Mugello testará a eficácia das alterações efetuadas.

"Depois de Le Mans, onde foram verificados mais alguns aspetos na moto onde é necessário trabalhar urgentemente, fomos ao circuito de San Marino para testar", explica o piloto português da categoria de Moto3, citado pela sua assessoria de imprensa.

No entanto, as condições atípicas encontradas em San Marino, demasiada borracha, chuva e vento, não foram as ideais para avaliar o desempenho da MGP30 e impediram o piloto de apurar alguns detalhes.

"Ainda assim, conseguimos encontrar uma melhoria no travão motor que me permite agora parar mais sem utilizar tanto os travões, ganhando desta forma mais velocidade de inserção em curva", salienta o piloto.

Miguel Oliveira recordou ainda que "as limitações de ruído no circuito [San Marino] não permitem utilizar o escape utilizado normalmente, condicionando desta forma as prestações do motor bem como a carburação".

O piloto parte para Mugello focado e motivado, não só graças às modificações da Mahindra, como pelo historial que tem com o circuito, no qual conquistou no ano passado o quarto lugar.

"No ano passado a corrida de Mugello foi delirante com uma moto visivelmente inferior aos adversários. Este ano quero repetir o feito e se possível vencer", afirma o piloto.

O circuito de Mugello, situado na região da Toscana, foi comprado em 1988 pela Ferrari e apresenta uma pista com 5,245 quilómetros, mista de curvas lentas com muito rápidas e longas retas.

Fonte: OJOGO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon