Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Miguel Oliveira: "Senti-me forte, mas nas ultrapassagens era o mais prejudicado"

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/06/2017 Hugo Monteiro

Português Miguel Oliveira (KTM) terminou na quinta posição o Grande Prémio da Holanda de Moto2.

O português Miguel Oliveira (KTM) terminou na quinta posição o Grande Prémio da Holanda de Moto2, oitava prova do Mundial de motociclismo de velocidade, vencido pelo italiano Franco Morbidelli (Kalex). No circuito de Assen, onde Oliveira venceu em Moto3 em 2015, Morbidelli conquistou o quinto triunfo da temporada, ao terminar as 24 voltas em 39.39,120 minutos, menos 0,158 segundos do que o suíço Thomas Luthi (Kalex).

© Andreu Dalmau/EPA

O japonês Takaaki Nakagami (Kalex) subiu ao último lugar do pódio, após a penalização do italiano Mattia Pasini (Kalex), que tinha terminado em terceiro.

Oliveira, que chegou a liderar a corrida, gastou mais 0,657 segundos do que Morbidelli, assumindo, no final, que o resultado ficou aquém das expectativas. "No fundo foi uma corrida muito batalhada, julgava poder lutar mais pela dianteira. Fiz o máximo que pude! Fica um sabor agridoce porque me senti muito forte na corrida e, às vezes, nas ultrapassagens era o mais prejudicado", explicou Miguel Oliveira, que permanece no quarto lugar da classificação de pilotos, com 94 pontos.

Morbidelli reforçou a liderança do Mundial, contabilizando 148 pontos, mais 12 do que Luthi e mais 35 do que o espanhol Alex Marquez (Kalex), que hoje não foi além do sexto lugar na corrida.

Após ter conseguido estar "na frente a lutar", Oliveira anteviu já o Grande Prémio da Alemanha, a disputar no próximo fim de semana, no circuito de Sachenring, em Hohenstein-Ernstthal. "O que conta é que estivemos na frente a lutar e agora é pensar já no próximo fim de semana. Será um circuito novo para nós, outra vez, vamos trabalhar na mesma linha e dar o máximo", concluiu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon