Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Milão-San Remo: vitória histórica para a Polónia

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/03/2017 Hugo Monteiro

Ciclista polaco Michal Kwiatkowski (Sky) venceu ao sprint a 108.ª edição da clássica Milão-San Remo.

O ciclista polaco Michal Kwiatkowski (Sky) venceu ao sprint a 108.ª edição Milão-San Remo, impondo-se no último metro da clássica italiana ao eslovaco Peter Sagan, num 'sprint' restrito, que também envolveu o francês Julian Alaphilippe.

Kwiatkowski, de 26 anos, que se tornou o primeiro polaco a vencer a prova, cumpriu os 291 quilómetros em 7:08.39 horas, garantindo o triunfo nos últimos centímetros, tornando infrutífero o trabalho de Sagan, que provocou o corte decisivo no grupo principal a dois quilómetros do pico de Poggio, situado a seis quilómetros da meta.

O eslovaco da Bora-Hansgrohe, bicampeão do mundo, voltou a deixar escapar o triunfo no primeiro 'monumento' da época e contentou-se mais uma vez com o segundo lugar, repetindo a posição de 2013, enquanto Julian Alaphilippe (Quick Step Floors) completou o pódio.

"Estou muito contente, embora, na realidade, não esperasse vencer", afirmou o campeão do mundo de 2014, que deveria trabalhar para o colega Elia Viviani numa eventual chegada em pelotão compacto. "Venci a Strade Bianche recentemente. Agora vir ganhar 'La Primavera' é simplesmente incrível", acrescentou Kwiatkowski.

© DARIO BELINGHERI/EPA

O polaco frustrou assim as expetativas de Sagan, cujo ataque no Poggio tinha afastado concorrentes como o norueguês Alexander Kristoff (Katusha-Alpecin), o alemão John Degenkolb (Trek-Segafredo) e o francês Arnaud Démare (FDJ), vencedores de 2014, 2015 e 2016, respetivamente.

Kristoff acabaria por cortar a meta em quarto, a cinco segundos do vencedor, imediatamente à frente do colombiano Fernando Gaviria (Quick Step Floors), de Démare e de Degenkolb.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon