Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Milícia xiita diz que "libertou" 70% da área dominada no noroeste do Líbano

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/07/2017 Administrator

A milícia xiita libanesa Hezbollah anunciou hoje que, depois de dois dias de combates, "libertou" 70% das zonas controladas pela organização de libertação do levante, antes Frente al Nusra, nas montanhas Arsal, a noroeste do Líbano.

Num comunicado divulgado pelo seu "centro de informação de guerra", a milícia xiita também garantiu que, no outro lado da fronteira, o exército sírio e os seus aliados "libertaram por completo as montanhas de Flita", localizadas na região de Al Qalamún.

Na sexta-feira, o Hezbollah e as forças leais ao Governo sírio começaram uma ofensiva para expulsar os "terroristas" das montanhas de Arsal, no lado libanês da fronteira, e nas montanhas de Al Qalamún, na parte síria.

Antes de se iniciar o combate, o jihadistas controlavam 90 quilómetros quadrados na região montanhosa do noroeste do Líbano e mais 35 quilómetros quadrados na zona de Qalamún, no lado sírio, segundo a milícia.

O grupo xiita libanês garantiu hoje que tinha recuperado o vale de Uwaini e o cimo da montanha de Shaba al Qala, no este da Arsal, a 2.350 metros de altitude.

O Hezbollah está a avançar na zona controlada pela organização de libertação do levante - uma aliança criada em torno da exfilial da Alcaida na Síria -, mas ainda existe uma grande área dominada pelo grupo terrorista Estado Islâmico nos dois lados da fronteira.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon