Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Milhares de somalis rezam em Mogadíscio no local do atentado de sábado

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/10/2017 Administrator

Milhares de somalis reuniram-se hoje para rezar e fazer o luto no local onde ocorreu o ataque mais mortal do país quando um camião explodiu no sábado em Mogadíscio, provocando mais de 300 vítimas mortais.

"Esta dor vai durar anos", afirmou o xeque que liderava a oração.

O governo da Somália atribui a culpa do atentado, que causou ainda quase 400 feridos, ao grupo extremista al-Shabab, ligado à Al-Qaida.

O exército dos Estados Unidos atacou o al-Shabab com drones na segunda-feira, cerca de 56 quilómetros a sudoeste da capital da Somália, e está ainda a avaliar os resultados, disse o comando de África dos EUA à agência noticiosa Associated Press.

O grupo extremista ainda não comentou o atentado em Mogadíscio, que as autoridades locais acreditam que tivesse como alvo o aeroporto internacional, onde se localizam várias embaixadas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon