Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Milhares manifestaram-se no domingo nos EUA contra o ódio e violência

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/08/2017 Administrator

Centenas de pessoas manifestaram-se no domingo na cidade norte-americana de Charlottesville e milhares fizeram o mesmo em todo o país contra a marcha da véspera de movimentos associados à supremacia branca, que causou um morto.

Para mostrar que o ódio não é bem-vindo juntaram-se religiosos, estudantes, ativistas do movimento Black Lives Matter (As Vidas dos Negros Importam), membros de milícias e elementos do movimento antifascista conhecido como "antifa", segundo a agência noticiosa norte-americana Associated Press.

Uma manifestação no sábado da extrema-direita em Charlottesville, no Estado da Virginia, e confrontos com contramanifestantes levaram à morte de uma mulher de 32 anos, tendo causado ainda cerca de 20 feridos.

Dois agentes da polícia estadual da Virginia também morreram quando caiu o helicóptero em que viajavam e que participava na vigilância da cidade por causa da marcha associada ao movimento de supremacia branca.

Contra o ódio e o racismo realizaram-se no domingo manifestações em várias cidades norte-americanas, desde São Francisco, palco de protestos antifascistas, até Nova Iorque, onde decorreu uma marcha até à casa do Presidente Donald Trump.

O chefe de Estado foi criticado pela primeira reação à violência em Charlottesville e a Casa Branca esclareceu no domingo que Trump condenava "todas as formas de violência, intolerância e de ódio" e "todos os grupos extremistas", incluindo os movimentos associados à supremacia branca.

Seattle e Denver foram outras das cidades norte-americanas palco de manifestações, algumas das quais se centravam no apoio às pessoas que os supremacistas brancos condenam, enquanto outras pretendiam denunciar o fascismo e uma administração presidencial que consideram ter encorajado os movimentos associados à supremacia branca.

Líderes destes movimentos já prometeram fazer mais manifestações a curto prazo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon