Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ministério da Saúde moçambicano quer evitar cobranças ilícitas nos hospitais

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/10/2017 Administrator

O Ministério da Saúde quer fortalecer mecanismos para evitar cobranças ilícitas nos hospitais e centros médicos, anunciou a responsável pelo pelouro, Nazira Abdula.

De acordo com a ministra, citada hoje pelo diário Notícias, há avanços nas estratégias de humanização dos serviços de saúde que estão em curso, mas as cobranças ilícitas em hospitais e centros médicos continuam a ser um problema por resolver.

Na segunda-feira, o Ministério da Saúde lançou um conjunto de estratégias para melhorar a qualidade dos serviços em Moçambique, entre as quais a Estratégia Nacional para Prevenção e Combate de Cobranças Ilícitas.

A ministra da Saúde não avançou detalhes sobre o modelo de aplicação da estratégia, mas destacou que estas mudanças serão acompanhadas de ações para melhorar as competências dos profissionais da saúde no país.

O objetivo, referiu, é que com este instrumento os casos de cobranças ilícitas, que são comuns em Moçambique, reduzam significativamente.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon