Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ministra defende que envelhecimento ativo e saudável requer políticas transversais

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/10/2017 Administrator

A ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, sublinhou hoje que o envelhecimento ativo e saudável requer políticas transversais, sendo necessário um trabalho conjunto com os diferentes agentes.

"Como é que melhoramos a qualidade de vida as pessoas? As respostas tradicionais já não são suficientes para lidar com o problema" do envelhecimento, notou Maria Manuel Leitão Marques, que falava durante a abertura oficial do Active and Assisted Living Forum, evento focado nas tecnologias em torno de envelhecimento ativo e que decorre este ano em Coimbra.

Para a ministra, as mudanças demográficas que ocorreram em Portugal nas últimas décadas representam "um enorme desafio para Portugal", para a sua administração, mas também para as universidades, empresas e organizações do setor social.

Segundo a membro do Governo, os agentes - públicos e privados - têm de ser "inovadores e procurar novas respostas", cuja inovação não precisa de ser apenas tecnológica, mas também "social".

"Temos que lidar com o problema através de uma resposta multidisciplinar, combinando diferentes capacidades e também diferentes políticas públicas, da ciência à cultura, da saúde à educação", defendeu Maria Manuel Leitão Marques, que fez o seu discurso em inglês.

De acordo com a ministra, é preciso os diferentes níveis da administração pública trabalharem "juntos e cooperarem muito mais", bem como garantir um envolvimento dos agentes privados e sociais para garantir uma mudança.

O fórum realiza-se no Convento São Francisco, onde vão ser apresentadas tecnologias que estão a ser desenvolvidas para o mercado do envelhecimento ativo e saudável.

São esperados cerca de 750 participantes, a maioria estrangeiros, e serão apresentadas mais de 20 tecnologias em torno do envelhecimento ativo.

A edição do fórum em Coimbra é organizada pelo Instituto Pedro Nunes, com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, Município de Coimbra, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e Universidade de Coimbra.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon