Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Moçambicano precisa de leis e infraestruturas favoráveis à cultura - Governo

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/09/2017 Administrator

O Ministério da Cultura e Turismo de Moçambique defendeu hoje em Maputo que o país precisa de leis e infraestruturas que coloquem as indústrias cultural e criativa ao serviço do bem-estar dos criadores e da economia do país.

Falando à margem de um encontro sobre "Criatividade e Empreendedorismo", o diretor nacional das Indústrias Culturais e Criativas do Ministério da Cultura e Turismo, Roberto Dove, afirmou que está em curso a revisão de leis que possam favorecer a maximização do potencial existente na área cultural e das artes criativas no país.

"Por exemplo, para combater a contrafação na indústria cultural, vamos fazer a revisão da Lei dos Direitos do Autor", declarou Roberto Dove.

A outra ação, prosseguiu Dove, tem a ver com a modernização de infraestruturas ligadas à área cultural e das indústrias extrativas, por forma a responderem às exigências dos tempos atuais.

Por seu turno, a chefe de cooperação da União Europeia em Maputo, Isabel Faria de Almeida, afirmou que a cultura joga um papel importante no desenvolvimento social e económico das nações, assinalando a necessidade de uma atenção especial a esta área.

"Vários documentos da União Europeia reconhecem o papel da cultura e das indústrias criativas no desenvolvimento económico, promoção da democracia e da reconciliação", afirmou Isabel Faria de Almeida.

A coordenadora da INOVA+, uma instituição portuguesa que se dedica à área cultural e criativa, Ana Ribeiro, defendeu a associação entre a cultura e o empreendedorismo, como forma de gerar ganhos financeiros e económicos para o empreendedorismo.

"É essencial que se faça o casamento entre a cultura e o empreendedorismo, os criadores não devem ter medo de encarar a sua atividade como um negócio, porque precisam de viver e criar mais", declarou Ana Ribeiro.

Mais de 50 jovens criativos, formadores e especialistas participam no evento "Criatividade e Empreendedorismo", que se prolonga até amanhã no Centro Cultural Português de Maputo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon