Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Moçambique deve apostar na alteração da estrutura económica -- economista Carlos Lopes

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/09/2017 Administrator

O economista guineense Carlos Lopes defendeu hoje, em Maputo, que Moçambique deve apostar numa alteração estrutural, depois de vencer a atual crise da dívida, assinalando que a dependência em relação à indústria extrativa não combate a pobreza.

Em declarações à Lusa, após lhe ser outorgado o título Honoris Causa pela Universidade Politécnica, a maior instituição privada de ensino superior do país, Carlos Lopes destacou que Moçambique enfrenta dificuldades macroeconómicas por causa do elevado endividamento, mas o maior desafio com que se debate é mudar o seu paradigma de crescimento.

"Acho que Moçambique está neste momento a atravessar dificuldades que são de ordem macroeconómica, mas essas até não são as mais profundas, a verdadeira alteração das políticas macroeconómicas tem de se operar a nível estrutural", afirmou.

Depois de retomar o crescimento e ultrapassar a crise da dívida, prosseguiu, o país terá de apostar na diversificação da economia, para evitar a dependência em relação ao gás e carvão.

"Não se pode ter um crescimento baseado apenas em investimento externo nas indústrias extrativas, porque essas indústrias não geram emprego, essas indústrias não são capazes de rentabilizar o tecido industrial, não aumentam a produtividade agrícola", acrescentou Carlos Lopes Júnior.

Para Carlos Lopes Júnior, uma economia assente na indústria extrativa não reduz a pobreza nem promove a proteção social, porque gera comportamentos rentistas.

Depois da cerimónia em que recebeu o título de Doutor Honoris Causa em "Estudos de Desenvolvimento", Carlos Lopes proferiu uma aula de sapiência em que no fim ressaltou a necessidade de África adotar modelos de desenvolvimento económico que promovam a proteção social, através da recuperação da força regulatória do Estado em relação aos mercados.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon