Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mogadouro com resposta social "inovadora" ao domicílio na área da demência

Logótipo de O Jogo O Jogo 12/09/2017 Administrator

O município de Mogadouro, em Bragança, dispõe desde o início de setembro de um serviço "inovador" de apoio domiciliário especializado em demência que promove o diagnóstico precoce da doença e resulta de uma parceria com a Santa Casa da Misericórdia.

Em declarações prestadas hoje à agência Lusa, o provedor SCMM, João Henriques disse que esta iniciativa apresenta uma ação social inovadora e que, além da complementaridade às respostas tradicionais existentes, atua de forma preventiva e personalizada no campo das respostas socais à demência.

Segundo o responsável, diariamente, e desde o dia 01 de setembro, uma equipa multidisciplinar desloca-se aos domicílios, "tentando manter os utentes com esta patologia no maior conforto possível dentro da sua própria casa, sem deslocações às unidades hospitalares de referência que tenham neurologistas ou outros profissionais de saúde ligados a esta área".

Este projeto terá, numa primeira fase, uma duração de dois anos e durante esse período irá abranger "no máximo" 30 utentes do concelho de Mogadouro. Desde o início do mês já foram referenciados 17 casos de demência na área de abrangência da SCMM.

"Trata-se de um projeto multidisciplinar que envolve quatro tipos de profissionais ligados à saúde (neurologista, psicóloga clínica, enfermeiro e um animador) que em conjunto vão executar estratégias tendo em vista melhorar a qualidade de vida das pessoas portadoras de demência e tê-las controlados do ponto de vista clínico ", explicou o provedor.

Por seu lado, o presidente da câmara de Mogadouro, Francisco Guimarães, referiu que este novo serviço de apoio domiciliário especializado é uma "importante obra para o concelho, acrescentando que o que está em causa é o bem-estar das pessoas.

"É um projeto que foi reconhecido pelo próprio Estado, desde a primeira hora. e que agora está implementado em Mogadouro ao serviço da comunidade, assim como o que já acontece com o transporte de doentes oncológicos para o IPO, a comparticipação de medicamentos, entre outras ações de caráter social levadas a cabo no município", enfatizou o autarca.

O projeto resulta de um investimento global de cerca de 200 mil euros, financiado pelo Programa Operacional Inclusão Social no Emprego, no âmbito do instrumento de financiamento gerido pela Portugal Inovação Social em 70% (140 mil euros), cabendo os restantes 30% (60 mil euros) ao município de Mogadouro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon