Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Monumento em homenagem a bombeiros de Viana inaugurado em setembro

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/08/2017 Administrator

A Câmara de Viana do Castelo decidiu homenagear os bombeiros locais com a inauguração, em setembro, de um monumento cuja conceção havia sido proposta, em 1989, por um vereador do executivo de então.

A homenagem foi anunciada hoje pelo presidente da Câmara de Viana do Castelo durante a reunião ordinária da autarquia e mereceu o apoio unânime da oposição, sendo que a vereadora da CDU referiu que "pecava por tardia".

A primeira proposta de homenagem aos bombeiros da capital do Alto Minho data de 21 de fevereiro de 1989 e foi apresentada pelo vereador Ilídio Brásio, no executivo então liderado por Carlos Batista.

"Mais de 28 anos depois, é este executivo que tem o grato prazer de cumprir essa promessa", afirmou o socialista José Maria Costa.

O autarca, que falava aos jornalistas no final da reunião camarária, adiantou que a estátua vai ficar instalada na rotunda da Abelheira, junto à Igreja da Sagrada Família.

Explicou que o monumento, da autoria de um jovem escultor de Viana do Castelo, João Renato Salgueiro Baptista, "representa uma escada e uma antiga bomba dos bombeiros, cuja corporação era então conhecida como Companhia da Bomba".

"É uma peça muito simples, mas com muito significado, que evoca o início da atividade dos bombeiros", disse.

A estátua, em mármore português e em bronze, está orçada em mais de 30 mil euros.

Viana do Castelo tem duas corporações. Os bombeiros municipais fundados em 1780 com a designação original de Companhia da Bomba, sendo atualmente o terceiro mais antigo de Portugal, logo a seguir aos Sapadores de Lisboa e Porto.

Aquela corporação conta com uma estrutura profissional constituída por mais de 50 operacionais.

Os bombeiros municipais "têm como função e objetivo principal o salvamento e proteção de pessoas e bens, tendo como área de atuação o município de Viana do Castelo. No entanto, entram em campo sempre que solicitados pela estrutura da Autoridade Nacional de Proteção Civil".

A corporação dispõe de veículos de combate a incêndios, veículos tanque, um veículo autoescada com trinta metros, ambulâncias de socorro, viaturas de socorro e assistência estratégica, veículo de comando, um de apoio a mergulhadores, veículos de apoio diverso e bote de socorro e resgate.

Em termos de capacidade intervenção, está preparado para incêndios, desobstrução e desencarceramento, matérias perigosas, salvamento em grande escala, ambiente subaquático e mergulho e ambientes de condições atmosféricas e anticorte.

Já os bombeiros voluntários de Viana do Castelo foram fundados em 1881. Contam com uma estrutura constituída por mais de 35 profissionais e cerca de 70 voluntários.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon