Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Morreu o cantor norte-americano Charles Bradley aos 68 anos

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/09/2017 Administrator

O cantor norte-americano de 'soul' Charles Bradley morreu hoje aos 68 anos, anunciou o seu agente.

Nascido na Florida, no sudeste dos Estados Unidos da América, Charles Bradley cresceu na cidade de Nova Iorque onde descobriu o "padrinho" do 'soul' James Brown, no lendário Teatro Apollo de Harlem, segundo a agência de notícias francesa AFPP.

A 06 de setembro, Charles Bradley anunciou o cancelamento, por motivos de saúde, da digressão internacional que incluía concertos em Lisboa e no Porto no final de novembro.

"Como devem saber, o Charles foi diagnosticado com um cancro de estômago no outono passado e, depois de se ter submetido a tratamento, voltou à estrada na primavera. Começou a sentir-se cansado durante as recentes datas da digressão e tomou conhecimento de que o cancro se tinha alastrado ao fígado, apesar de não ter regredido no estômago. Ele vai tirar algum tempo para se concentrar no tratamento e na recuperação", lia-se no comunicado publicado nesse dia nas redes sociais de Bradley.

Bradley, que esteve em território português três vezes entre 2013 e 2015, tinha previstos dois concertos em Portugal em novembro: primeiro no Coliseu do Porto, a 23 de novembro, e dois dias depois no Vodafone Mexefest, em Lisboa.

Apesar de uma longa carreira, Bradley lançou o primeiro disco -- "No Time for Dreaming" - em 2011, para vir a ser aclamado pela crítica e pelos fãs em concertos, a que se seguiu "Victim of Love" e o mais recente "Changes", do ano passado.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon