Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mosteiro de Cabeceiras de Basto vai ter sistema para afastar aves

Logótipo de O Jogo O Jogo 31/07/2017 Administrator

A Câmara de Cabeceiras de Basto lançou concurso público para conservação e restauro da fachada principal da igreja do Mosteiro de Refojos e das torres sineiras, incluindo sistemas de afastamento de aves.

Segundo o anúncio hoje publicado em Diário da República, o concurso tem o preço-base de 250 mil euros, sendo o prazo de execução de 210 dias, contados a partir da data da adjudicação da empreitada.

Com origem no século VII, o Mosteiro de São Miguel de Refojos ganhou importância como mosteiro beneditino no século XII, estando ligado à fundação de Portugal.

É o único dos 29 mosteiros beneditinos em Portugal que foi construído de raiz segundo os cânones da arte barroca, sendo também o único com um zimbório monumental.

O mosteiro, além da igreja, integra os Paços do Concelho e o Externato de São Miguel de Refojos, este último património da Arquidiocese de Braga.

A igreja, a sacristia e o teto do salão nobre dos Paços do Concelho estão classificados como imóvel de interesse público desde 1933.

A Câmara de Cabeceiras de Basto está empenhada na classificação do mosteiro como Património Mundial da UNESCO.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon