Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

MotoGP: as contas do título para Marc Márquez na Malásia

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/10/2017 Hugo Monteiro

Espanhol Marc Márquez (Honda) está perto de conquistar o quarto título mundial de MotoGP.

O espanhol Marc Márquez (Honda) assegura o seu quarto título mundial de MotoGP, o segundo consecutivo e o sexto em todas as categorias de motociclismo de velocidade, se terminar o Grande Prémio da Malásia, no domingo, em segundo.

© TRACEY NEARMY/EPA

Após a vitória na Austrália, da 16.ª das 18 provas da temporada, o catalão, de 24 anos, soma 269 pontos e aumentou a vantagem no Mundial de pilotos para 33 pontos -- tinha 11 -- sobre o italiano Andrea Dovizioso (Ducati), segundo classificado, e depende só de si para conquistar o cetro.

Para festejar na Malásia, antes da derradeira prova, em Valência, marcada para 12 de novembro, Márquez tem de segurar uma vantagem de 26 pontos sobre Dovizioso, 13.º em Phillip Island, uma vez que se vencer as duas últimas provas e ocorrer uma igualdade em pontos terá vantagem sobre o espanhol, por ter mais um triunfo.

O primeiro ou o segundo lugar, mesmo atrás de Dovizioso, cujo melhor resultado foi o terceiro lugar no Mundial em 2010, garantem o título a Márquez, que pode conquistar o título mediante outras variáveis, desde que não some menos oito pontos do que o italiano.

Apesar de ainda poder igualar Márquez, Maverick Viñales (Yamaha), terceiro do Mundial com 219, ficou, com o terceiro lugar na Austrália, afastado da luta pelo título, uma vez que o compatriota ficaria sempre com mais vitórias em corridas nesta temporada -- só pode alcançar cinco contra seis de Márquez.

Márquez, campeão do mundo de MotoGP em 2013, 2014 e 2016, de 125cc em 2010 e de Moto2 em 2012, chega como favorito à Malásia, onde venceu em 2014 e foi segundo em 2013, apesar de Dovizioso ter vencido a corrida malaia em 2016 e de o traçado de Sepang, com duas retas longas, ser um cenário propício a motas velozes como a Ducati.

Mesmo afastados do pódio final, Valentino Rossi (Yamaha), quarto com 188 pontos, e Dani Pedrosa (Honda), quinto com 174, devem ser tidos em conta na corrida da Malásia, onde juntos somam oito vitórias na principal categoria do motociclismo de velocidade: O italiano soma cinco triunfos (2010, 2008, 2006, 2004, 2003 e 2001) e o espanhol três (2015, 2013, e 2012).

O Grande Prémio da Malásia vai ser disputado no domingo, às 15:00 locais (07:00 em Lisboa).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon