Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mourinho queixa-se do relvado e assume: "Liga Europa pode passar a ser prioritária"

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/03/2017 Hugo M. Monteiro
© REUTERS/Maxim Shemetov

Face ao sexto lugar dos "red devils" na Premier League, a competição pode ser a via alternativa para entrarem na Liga dos Campeões da próxima época.

É público que José Mourinho não tem todo o prazer do mundo ao ver as suas equipas disputarem a Liga Europa, mas, esta época, admite que a competição pode ter um papel fundamental nos objetivos do Manchester United.

Face ao sexto lugar que os "red devils" ocupam na Premier League, pode sobrar apenas uma via para conseguirem o apuramento para a Liga dos Campeões da próxima temporada.

"É uma competição difícil, mas é um objetivo nosso. Se passarmos o Rostov, vamos para os quartos de final e, aí, a Liga Europa pode passar a ser prioritária, porque já se começa a 'cheirar' a final. Terei de fazer escolhas mais para a frente, mas, por agora, só pensamos em jogar. O segundo lugar na Liga é complicado, mas é possível. Temos de lutar por ele", afiançou Mourinho, tecendo duras críticas ao estado do relvado do Rostov, que, na quinta-feira, recebe a partida da primeira mão dos oitavos de final:

"Ainda me custa a acreditar que vamos ter de jogar amanhã [quinta-feira]. Sei que vai ter de ser, mas não sei como vamos jogar naquele campo, se é que lhe podemos chamar assim. Não entrei em contacto com ninguém, a não ser com uma pessoa da UEFA. Ele disse-me para não preocupar, porque os jogadores estão cobertos pelo seguro", referiu o técnico português, na conferência de imprensa de antevisão ao Rostov-Manchester United.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon