Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Moutinho a um jogo de ultrapassar Rui Costa no Portugal-Hungria

Logótipo de LusaLusa 23/03/2017
JOÃO RELVAS/LUSA © LUSA / JOÃO RELVAS JOÃO RELVAS/LUSA

Redação, 23 mar (Lusa) - O médio João Moutinho pode no sábado, se defrontar a Hungria, atingir as 95 internacionalizações e tornar-se no quinto futebolista com mais jogos pela seleção portuguesa, ultrapassando Rui Costa, que ‘pendurou as botas’ há mais de uma década.

Caso seja utilizado pelo selecionador Fernando Santos frente aos húngaros, em partida de qualificação para o Mundial2018, ou três dias depois no particular com a Suécia, Moutinho ultrapassa definitivamente Rui Costa na lista dos mais internacionais, quase 12 anos depois da sua estreia.

O médio do Mónaco aparece atualmente empatado com Rui Costa, que abandonou a seleção nacional em 2004 após a final do Campeonato da Europa, e a 12 jogos de Nani, que é quarto com mais internacionalizações (106). A lista é liderada por Cristiano Ronaldo, com 136.

Formado no Sporting, Moutinho vestiu pela primeira vez a camisola da seleção principal a 17 de agosto de 2005, num particular frente ao Egito, em São Miguel, no Açores, que Portugal venceu por 2-0. O médio, na altura com apenas 18 anos, foi lançado por Luiz Felipe Scolari no arranque da segunda parte.

Em destaque no Sporting, Moutinho chamou a atenção do técnico brasileiro, mas acabou por ficar de fora do lote final de convocados para o Mundial2006.

Após falhar a competição que decorreu na Alemanha, e em que a seleção nacional alcançou as meias-finais, o jogador algarvio ganhou espaço na equipa de Scolari e foi selecionado para estar no Euro2008, na Áustria e Suíça, tendo participado em todos os jogos de Portugal na prova (foi eliminado nos quartos de final).

Com a chegada de Carlos Queiroz ao cargo de selecionador, Moutinho acabou por ser menos utilizado e falhou mesmo a presença no Mundial2010, na África do Sul, em que Portugal foi eliminado nos oitavos de final.

Primeiro com Paulo Bento e depois com Fernando Santos, João Moutinho tornou-se ‘dono’ do meio campo de Portugal e somou mais três presenças em fases finais, incluindo no Euro2016, em que se sagrou campeão europeu.

Ao todo, aos 30 anos, o ‘pequeno’ médio (mede 1,71 metros) esteve em três Campeonatos da Europa e num Mundial.

O jogador do Mónaco está a caminho de fazer parte do restrito grupo de centenários, mas no capítulo dos golos soma apenas cinco, enquanto Rui Costa, que atuava como médio mais ofensivo, despediu-se da seleção com 26.

Moutinho marcou pela primeira a 31 de maio de 2008, num particular com a Geórgia (2-0), em Viseu, num jogo que serviu de preparação para a fase final do Euro2008.

Dos cinco golos marcados com a camisola das ‘quinas’, o mais importante aconteceu a 8 de outubro de 2015, em Braga, num remate certeiro que garantiu o triunfo sobre a Dinamarca (1-0) e confirmou o apuramento de Portugal para o Euro2016.

Já durante a qualificação para o Mundial2018, Moutinho assinou o seu nome na lista de marcadores na goleada alcançada na Ilhas Faroé, por 6-0.

O jogo com a Hungria, da quinta jornada do Grupo B de qualificação para o Mundial2018, está marcado sábado, no Estádio da Luz, às 19:45, enquanto o particular com a Suécia disputa-se a 28, à mesma hora, no Estádio do Marítimo, no Funchal.

Após quatro jornadas, Portugal está no segundo lugar com nove pontos, menos três que a Suíça, que lidera, e mais dois que a Hungria, que é terceira.

LG // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon