Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Movimento de Utentes lamenta renovação da concessão do Metro do Porto

Logótipo de O Jogo O Jogo 12/10/2017 Administrator

O Movimento de Utentes dos Serviços Públicos (MSUP) lamentou hoje a renovação da concessão do Metro do Porto e a "oportunidade perdida" de a gestão retornar à esfera pública.

"Na sequência das notícias hoje publicadas, que dão conta da continuação da subconcessão do Metropolitano do Porto ao consórcio que atualmente a explora, vem o Movimento de Utentes dos Serviços Públicos lamentar a oportunidade perdida de retornar à esfera pública a gestão do metropolitano permitindo, desta forma, reduzir os custos para o Estado e para os utentes", referiu, em comunicado.

Contactada pela Lusa, a Metro do Porto disse que "ainda não há decisão oficial" e que apenas "consta" que a Barraqueiro apresentou o preço mais baixo, sendo esse o critério para vencer o concurso público, adiantando que sexta-feira deverá haver uma decisão.

A operação da Metro do Porto está concessionada desde 2010 à ViaPorto (formada pela Barraqueiro, Arriva, Keolis e Manvia) e o contrato cessa em abril de 2018.

Vários jornais avançaram hoje que a empresa Barraqueiro vai ficar responsável pela operação do Metro do Porto entre 2018 e 2025, tendo ganhado o concurso público lançado pela empresa pública de transportes, ao praticar o preço mais baixo.

A notícia refere porém que ainda não há resultado oficial e que só após a entrega do relatório do júri serão conhecidos os valores avançados pelos seis concorrentes.

Em comunicado hoje enviado, o MSUP salienta haver "enormes diferenças" de encargos para os utentes entre os custos do Metropolitano de Lisboa e do Porto, avançando que na capital o passe mensal custa 42.65 euros e o passe combinado até à Azambuja 93.10 euros, enquanto no Porto o Andante Z12 ascende aos 122.40 euros.

A "estas diferenças" junta o movimento que "o contrato de concessão custou ao Estado 34 milhões de euros em 2016, transportando cerca de um terço dos utentes que foram transportados pelo Metropolitano de Lisboa, que apresentou um défice de 43 milhões de euros para o mesmo período".

Os utentes adiantam ainda que a concessão da Fertagus ao Grupo Barraqueiro, na ligação ferroviária entre Setúbal e Lisboa, tem para os utentes "um custo superior ao dobro dos títulos" de transportes na CP para a mesma distância.

Por esse motivo, revelou o movimento, há muitos utentes que utilizam o comboio da CP entre Setúbal e o Barreiro e, depois, o barco entre o Barreiro e Lisboa devido ao "elevadíssimo" custo dos títulos de transporte na Fertagus.

"Estes dois exemplos, a que poderíamos acrescentar a privatização da Rodoviária Nacional, com desastrosos resultados em termos de carreiras, horários e custos para os utentes, sustentam a nossa opinião de que o serviço público de transportes tem condições para servir melhor os utentes, quer em termos de qualidade, quer em termos de custos que as concessões em vigor", ressalvou.

Os utentes assumiram que "farão tudo o que estiver ao seu alcance" para que a gestão do Metro do Porto regresse à esfera pública e à CP, permitindo no imediato uma "redução significativa" para os utentes.

Seis concorrentes apresentaram propostas ao concurso público para a subconcessão da operação e manutenção da rede do Metro do Porto no período 2018-2025, informou segunda-feira a sociedade que gere aquele sistema de transporte.

Em comunicado então divulgado, a Metro do Porto adiantava que o júri do concurso público internacional iria "analisar a admissibilidade das propostas apresentadas, devendo dentro de dias apresentar o seu relatório ao conselho de administração que o analisará e votará uma decisão de adjudicação".

Segundo a Metro do Porto, apresentaram propostas as empresas "Barraqueiro SGPS, SA; Corporatión Española de Transportes, SL; DST - Domingos Silva Teixeira, SA; MEAS/Manvia/ME SGPS/MGC; Neopul, SA e Transdev Mobilidade, SA".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon