Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mulheres portuguesas brilharam na Wings for Life World Run

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/05/2017 Alcides Freire

A edição de 2018 tem data marcada para o dia 6 de maio.

© Fornecido por O jogo

A Wings for Life World Run decorreu no domingo e contou com a presença portuguesa através da aplicação móvel. A prova feminina, vencida pela polaca Dominika Stelmach (68,21 quilómetros) teve a participação histórica da portuguesa Vera Nunes, que depois de no ano passado ter vencido no Porto, concluiu no terceiro lugar do ranking mundial depois de conquistar o terceiro posto no Chile. Ainda no feminino, Elisabete Azevedo venceu a corrida em Espanha.

"Sou uma especialista em 3000 metros obstáculos e fui a Espanha com um grupo de amigos, meramente para participar. Nunca fiz sequer uma maratona, mas a verdade é que me senti bem e fui avançando até aos 49,365 quilómetros! Acho que posso ter descoberto aqui uma nova vocação para as longas distâncias", afirmou Elisabete, uma atleta de 35 anos. A vencedora já escolheu o destino do próximo ano, que será a Austrália, onde a prova acontece à noite.

No masculino, a vitória global foi para o sueco Aron Anderson, que percorreu mais de 92 quilómetros numa cadeira de rodas manual, na corrida mais quente deste ano, no Dubai.

Foram muitos os que quiseram participar desta corrida sincronizada, cujo único objetivo pretendido é a agraciarão de fundos para a investigação da cura das lesões na espinal medula. Este ano a quarta edição da prova contou com mais de 155 mil participantes - duzentos dos quais portugueses - em 111 localizações espalhadas por 58 países. Foram conseguidos 5,8 milhões de euros.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon