Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mundial2014 - Autoridades vão impedir entrada de adeptos violentos

Sportinveste 13/05/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia

As autoridades brasileiras vão impedir a entrada no país de adeptos violentos que queiram assistir ao Mundial, que se realiza no Brasil dentro de um mês, divulgou hoje o Ministério do Desporto brasileiro.

As polícias de outros países, como a da Argentina e Inglaterra, estão a enviar listas com nomes de adeptos “com histórico de violência” e antecedentes criminais, segundo um comunicado do ministério brasileiro enviado à agência espanhola EFE.

Os adeptos que aparecem nestas listas serão parados nas fronteiras, impedidos de entrar no Brasil e mandados de volta para os respetivos países, segundo o comunicado.

Os adeptos violentos que conseguirem superar este filtro e entrarem no Brasil poderão ser identificados pela polícia dos seus respetivos países que estão a ajudar os brasileiros.

O ministro do Desporto brasileiro, Aldo Rabelo, afirmou hoje, numa entrevista ao grupo de comunicação O Estado de São Paulo, que se os adeptos violentos argentinos conseguirem entrar no país “serão identificados e mandados de volta” ao seu país.

Cada um dos 32 países que jogarão no Mundial enviará sete polícias para participarem diretamente no dispositivo de segurança e estarão destacados no Centro de Cooperação Policial Internacional (CCPI), em Brasília.

Outras equipas de polícias, devidamente fardadas, acompanharão os deslocamentos de suas respetivas seleções e estarão presentes nos locais de concentração dos adeptos, com o objetivo de identificar os que têm antecedentes criminais e evitar possíveis episódios violentos.

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon