Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mundial2018: “Se não vencermos Andorra, não vale a pena pensar na Suíça” - Antunes

Logótipo de LusaLusa 05/10/2017 João Godinho

Oeiras, Lisboa, 05 out (Lusa) - O lateral esquerdo Antunes reiterou hoje a concentração absoluta da seleção portuguesa para o jogo com Andorra, na penúltima jornada do grupo B de apuramento para o Mundial de futebol de 2018, recusando pensar na ‘final' com a Suíça.

O jogador compareceu hoje de manhã na conferência de imprensa realizada na Cidade do Futebol, em Oeiras, para sublinhar a expectativa de um jogo complicado contra a seleção que ocupa o lugar 144 no ranking FIFA e lembrou as dificuldades impostas por Andorra nos jogos em casa frente à Suíça (1-2) e à Hungria (1-0).

"Espera-se um jogo difícil, é uma equipa que já criou imensas dificuldades a outras seleções. O nosso objetivo é ganhar. Vamos com humildade para trazer o resultado para casa", disse, rejeitando abordar o duelo seguinte com os helvéticos, que lideram o grupo com mais três pontos: "Pensamos só no nosso jogo. Se não o vencermos, não vale a pena pensar nos outros".

No entender de Antunes, as boas atuações de Andorra contra equipas mais poderosas em casa "são provas de uma equipa que vai dar tudo para tirar pontos" aos campeões da Europa. Depois de uma goleada portuguesa por 6-0 no encontro da primeira volta, o jogador do Getafe assumiu que os golos podem ter um peso decisivo no desempate do primeiro lugar do grupo.

ANTONIO COTRIM/LUSA © LUSA / ANTONIO COTRIM ANTONIO COTRIM/LUSA

"Desde o início que o nosso pensamento é o apuramento para o Mundial. Claro que a diferença de golos pode ser importante e os golos podem dar alguma vantagem", explicou, numa fase em que Portugal tem um saldo positivo de 24 golos (28-4) contra apenas 15 dos suíços, que jogam nesta ronda com a Hungria.

Ausente dos jogos da ‘equipa das quinas' desde 10 de outubro de 2016, apesar da regularidade com que é chamado, Antunes, de 30 anos, enalteceu a forma como o grupo o recebeu e relativizou a concorrência com Eliseu pela titularidade, concedendo primazia aos resultados da seleção.

"O importante são os jogos que temos e o jogo com Andorra é o primeiro. O resultado da seleção é o mais importante para todos, jogando ou não. Estou aqui para fazer parte dos 25. O Eliseu tem vindo a jogar e é um grande jogador. Depois, quem faz as escolhas é o ‘mister' Fernando Santos", finalizou.

Portugal, segundo classificado, com 21 pontos, visita este sábado (19:45) Andorra, quinta e penúltima classificada, com apenas quatro, num jogo da nona jornada do grupo B agendado para o Estadi Nacional - Andorra la Vella que será arbitrado pelo checo Miroslav Zelinka.

JYGO/AYCO // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon