Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Museu na China oferece recompensa a quem conseguir decifrar carateres antigos

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/07/2017 Administrator

Um museu da China pediu a peritos de todo o mundo que ajudem a decifrar carateres com 3.000 anos de antiguidade e ofereceu milhões de dólares a quem o conseguir, informa hoje o diário South China Morning Post.

O Museu Nacional de Escritos Chineses, na cidade de Anyang, no centro da China, promete na sua página de Internet, pagar 100.000 yuan (cerca de 12.000 euros) por cada carater antigo ainda não decifrado pelos investigadores e metade desse valor se forem carateres sobre os quais há várias teorias sobre o seu significado.

Nesses textos, sobre temas que variam desde a meteorologia aos impostos, há cerca de 5.000 carateres dos quais os peritos apenas conseguiram decifrar 2.000, pelo que os restantes, muitos deles relacionados com nomes de lugares e de pessoas da época, continuam a ser um mistério para historiadores e paleógrafos.

O museu de Anyang incentiva os investigadores de todo o mundo a utilizar novas técnicas, como metadados, para procurar a solução para os enigmas colocados pelos escritos chineses antigos.

A oferta de recompensas foi uma prática iniciada em outubro de 2016, devido ao impasse atingido pelos investigadores do museu, escreve o South China Morning Post.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon