Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Museu Nacional do Traje celebra 40 anos com exposição sobre jovens criadores

Logótipo de O Jogo O Jogo 12/07/2017 Administrator

O Museu Nacional do Traje, em Lisboa, celebra este ano quatro décadas de existência com uma exposição que é inaugurada na sexta-feira, reunindo alguns dos novos nomes que fazem parte da constelação dos jovens criadores de moda.

Intitulada "2 em 1 - Jovens e Criadores", a exposição temporária ficará no Museu Nacional do Traje até 01 de outubro, com o rosto de alguns nomes das novas gerações da moda, salienta a diretora do museu, Clara Vaz Pinto, num comunicado.

A inauguração do Museu Nacional do Traje deu-se a 26 de julho de 1977, com a abertura da exposição "História do traje civil e urbano (da Antiguidade a 1925)", completada com "Trajo Popular", numa parceria com o Museu Nacional de Etnologia, a que se somou ainda "Traje de ópera", da coleção de Tomás Alcaide.

No museu, exploraram-se também as técnicas de fiação, tecelagem e estampagem e expuseram-se brinquedos dos séculos XVIII a XX.

"E, nesse longínquo ano de 1977, a moda portuguesa já tinha voz nacional. E, sobretudo com Ana Salazar e Manuela Gonçalves, começava também a ter presença internacional", recorda a diretora do museu.

Durante os quarenta anos que se seguiram, "quer o Museu Nacional do Traje quer a moda portuguesa ganharam identidade, conteúdos, presença e voz", sublinha ainda Clara Vaz Pinto.

No final destas quatro décadas de existência do Museu, a direção decidiu olhar para as novas gerações de criadores de moda e, com a ModaLisboa e a Associação Seletiva Moda, criar um momento para assinalar a data para conhecer os novos criadores.

"Para (re)conhecermos a contemporaneidade do trajar: a criação e o mundo que a envolve, a qualidade e condições em que se concretiza, a inovação e a modernidade em que se inscreve e como se inscreve nos nossos gostos, estilos e culturas", justifica ainda, no comunicado do museu.

Os jovens criadores selecionados para a mostra nasceram nas décadas de 1980 e 1990, e formaram-se, na sua maioria, em escolas portuguesas.

Os nomes avançados pelo museu são: Ana Duarte e Nair Xavier (London College of Fashion), Ana Segurado e Cristina Real (Modatex, Porto), Beatriz Bettencourt, Carolina Machado, Catarina Oliveira, Cláudia Garrido, Mariana Almeida e Olimpia Davide (Escola Superior de Artes e Design, Matosinhos), Pedro Neto (Escola de Moda, Porto), Pilar Pastor (Escola Superior de Artes Aplicadas, Castelo Branco), Sara de Andrade (Universidade da Beira Interior) e Tiago Loureiro (Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon