Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mutualidades disputam número de associados

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/07/2017 Administrator

A AMP-RedeMut Associação Portuguesa de Mutualidades, acusou hoje a União das Mutualidades Portuguesas (UMP) de usurpação e divulgação de números falsos sobre o universo de associados que representa.

A APM-RedeMut afirmou, em comunicado, que representa 80% dos associados mutualistas portugueses, ou seja, cerca de 800.000 num universo global de um milhão, distribuídos pelas respetivas associações, contrariando os dados divulgados pela União das Mutualidades Portuguesas, a propósito da realização do seu 12.º Congresso, hoje e sábado, no Porto.

A organização afirmou-se surpreendida com declarações do presidente da UMP à Lusa, em que Luís Alberto Silva, fala de "um milhão de associados e 2,5 milhões de beneficiários".

Assinalando a existência de "um milhão de associados e de 2,5 milhões de beneficiários", o presidente da UMP frisou que a área de ação não se restringe apenas ao que é da Segurança Social, mas também "no âmbito da saúde, onde têm clínicas e hospitais, na Educação, Economia ou na Agricultura".

O congresso em causa, refere ainda a AMP-RedeMut, "não é um congresso das mutualidades, mas apenas da UMP".

A APM-Rede Mut acrescentou na mesma nota que não participa, nem se revê no congresso.

Marcado para a Alfândega do Porto, o 12.º Congresso acontece na altura em que a UMP comemora 720 anos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon