Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Não há desculpas para quem quer jogar e tirar um curso"

Logótipo de O Jogo O Jogo 12/05/2017 Hugo Monteiro
© Fornecido por O jogo

Diogo Ribeiro, avançado da Académica, está no 1.º ano do curso de Desporto na Universidade de Coimbra e não tem dúvidas de que há tempo para tudo

No clube conhecido como o dos estudantes, Diogo Ribeiro dá o exemplo e além de ser jogador do plantel orientado por Costinha não desiste do sonho de tirar uma licenciatura. "Estou no regime pós-laboral e tenho aulas das 18h00 às 23h00 três vezes por semana. Penso que para quem quer tirar um curso não há desculpas, porque o jogador de futebol treina de manhã e temos o resto do dia livre. Sempre foi um objetivo meu terminar os estudos e terminar uma licenciatura neste caso em Desporto (está no 1.º ano). Temos tempo e basta conciliar. Queima das Fitas? Quem é de Coimbra como é o meu caso sonha em vestir o traje académico. E, neste caso, estar na faculdade e jogar na Académica é sinónimo de grande orgulho", assume o futebolista que em janeiro regressou à Briosa, proveniente do Santa Clara, para jogar na equipa sénior, depois de ter representado a Briosa nos escalões de formação.

"A minha passagem pela Académica desde janeiro é positiva. É verdade que acabei por não jogar muito, mas deu para evoluir, regressar a casa e voltar a estudar, que era algo muito importante para mim". Diogo Ribeiro, que tem contrato até ao final da época e não esconde o desejo de renovar, elogiou Costinha: "É um treinador que tem uma margem de progressão muito grande, com uma enorme vontade de ensinar e aprendi bastante com ele". Quanto às duas últimas jornadas da II Liga, o ponta de lança deixa claro que a equipa quer conquistar os seis pontos, a começar já, no domingo, frente ao Sporting B, em Alcochete, onde mora um adversário que "melhorou muito" desde a entrada de Luís Martins, mas a Briosa só pensa em vencer até porque o grupo pretende terminar a prova "com uma imagem positiva".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon