Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Número de vítimas mortais da tempestade Harvey sobe para 33

Logótipo de O Jogo O Jogo 30/08/2017 Administrator

O número de vítimas mortais direta ou indiretamente relacionadas com a tempestade tropical Harvey subiu esta noite para 33, com a descoberta de mais dez corpos face aos 23 anteriormente reportados, anunciaram as autoridades de Houston.

A morte destas dez pessoas foi confirmada em várias cidades no sudeste do Texas, enquanto outros 23 óbitos "estão potencialmente relacionadas com o Harvey", disse a porta-voz do Instituto de Medicina Legal de Harris, o condado que inclui a cidade de Houston, particularmente afetada por esta tempestade.

A chuva que caiu em Houston, no Texas, desde a chegada do Harvey -- furacão de categoria 4 numa escala de 5, que se transformou em tempestade tropical -, atingiu em quatro dias a altura de 127 centímetros, causando inundações sem precedentes na cidade de 2,3 milhões de habitantes.

Segundo as agência federais e locais, mais de 13.000 pessoas foram resgatadas em Houston ou em áreas adjacentes.

O autarca de Houston anunciou um recolher obrigatório na cidade a partir das 22:00 de terça-feira (04:00 de hoje em Lisboa).

O recolher obrigatório, que durará até nova ordem, será levantado todos os dias às 05:00 locais.

"Imponho um recolher obrigatório entre as 22:00 e as 05:00 para impedir ataques aos bens nas casas evacuadas nos limites da cidade", adiantou Sylvester Turner.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai regressar no sábado ao estado do Texas, onde esteve na terça-feira, para visitar a zona mais afetada pelas inundações provocadas pelo Harvey, informou a Casa Branca.

"Iremos a uma zona diferente do estado para ter oportunidade de ver as áreas que não conseguimos ver", explicou a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, aos jornalistas.

Trump esteve na terça-feira em Corpus Christi, cidade com 320 mil habitantes onde o furacão Harvey tocou terra na sexta-feira, mas que não foi tão afetada pelas chuvas como Houston, que sofre inundações sem precedentes na história dos Estados Unidos.

O Presidente norte-americano também esteve em Austin, a capital do Texas, onde se reuniu com as autoridades estatais e serviços de emergência.

A tempestade tropical Harvey é o primeiro desastre natural que Trump enfrenta enquanto Presidente dos Estados Unidos, e uma das preocupações é não repetir os erros de George W. Bush com o furacão Katrina, nomeadamente os atrasos na resposta à devastação de Nova Orleães, no estado de Louisiana.

Mais chuvas fortes estão previstas para uma parte dos estados norte-americanos do Texas e Louisiana, com o regresso da tempestade tropical Harvey à costa após algumas horas sobre o Golfo do México.

De acordo com as previsões meteorológicas, Harvey deverá dissipar-se depois de regressar a terra.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon