Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Nairo Quintana arrasa concorrência

Sportinveste 30/05/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
O ciclista colombiano Nairo Quintana (Movistar) ficou a uma etapa de vencer a Volta a Itália, depoi ...: Nairo Quintana arrasa concorrência © Sportinveste Multimédia Nairo Quintana arrasa concorrência

O ciclista colombiano Nairo Quintana (Movistar) ficou a uma etapa de vencer a Volta a Itália, depois de arrasar toda concorrência na crono-escalada para reforçar a camisola rosa. O português André Cardoso manteve o 19º lugar na geral
No seu estilo inconfundível de pedalar, o jovem colombiano mostrou porque é considerado o melhor trepador da atualidade, superiorizando-se a toda a concorrência nos duríssimos 26, 8 quilómetros entre Bassano e o Monte Grappa, a uma média de 24,5 km/hora.

"Ganhar esta etapa é bastante importante. Não quis dizê-lo antes, mas é a minha especialidade. Tinha que fazê-lo, tinha que demostrar às pessoas que consigo ganhar uma etapa. E aqui estou, ganhei outra etapa e reforcei a liderança", disse antes de subir ao pódio para vestir a "maglia rosa".

Aos 24 anos, Quintana, o ciclista revelação do Tour2013 (segundo classificado e vencedor da camisola da montanha) prepara-se para conquistar a sua primeira grande Volta, já que tem uma confortável margem de 03.07 minutos sobre o segundo classificado, o compatriota Rigoberto Uran, a apenas duas etapas e uma grande subida (o monte Zoncolan) do final desta edição.

O líder da Omega Pharma-Quickstep praticamente reconheceu que o Giro será do seu compatriota, ao assumir que hoje preocupou-se, sobretudo, em defender o segundo lugar, "uma boa posição",

Uran foi o terceiro na etapa atrás de Quintana, que cumpriu o percurso em 1:05.37 horas, e de Fabio Aru (Astana), segundo a 17 segundos.

Com a sua prestação na 19.ª etapa, o italiano resolveu uma questão de orgulho transalpino, subindo ao terceiro lugar da geral, um resultado que poderá evitar que ocorra o escândalo nacional de, pela primeira vez em 97 edições, não haver qualquer italiano entre os três primeiros.

Aru está a 03.48 minutos de Quintana, mas tem Pierre Roland (Europcar), o quarto classificado, a quase dois minutos. Fora da luta pelo pódio está já o veterano Cadel Evans (BMC), segundo no ano passado, que está na sétima posição, a 09.25 minutos.

Quem parece estar seguro no "top 20" é André Cardoso (Garmin) que, apesar de ter sido 40.º na etapa, a 06.37 minutos do primeiro, mantém-se no 19.º posto, com mais de cinco minutos de vantagem sobre o 20.º, o australiano Michael Rogers (Tinkoff-Saxo).

Sábado é dia de todas as decisões, com a 20.ª etapa, 167 quilómetros com partida em Maniago, a terminar no mítico monte Zoncolan, que não era subido desde 2011.

Fonte: OJogo

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon