Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Navio Lobo Marinho faz viagem extra para transportar passageiros retidos no Porto Santo

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/08/2017 Administrator

O Lobo Marinho, o navio que assegura as ligações marítimas entre a Madeira e Porto Santo, vai realizar hoje uma viagem extra para escoar os passageiros retidos naquela ilha devido ao condicionamento do aeroporto madeirense nos últimos dias.

A informação está na página da Porto Santo Line (PSL), a empresa concessionária da linha marítima entre as duas ilhas do arquipélago, a qual adianta que esta viagem está programada com partida do Porto Santo para o Funchal às 12:30.

"Devido ao condicionamento das operações aéreas sentidas nos últimos dias na região e ciente do contributo significativo que a alternativa marítima de transbordo tem vindo a dar, ao minorar o impacto desta situação anómala, a operação da Porto Santo Line será reforçada com uma viagem adicional", pode ler-se.

A ligação marítima tem sido uma das formas de contornar o problema causado aos passageiros cujos aviões divergiram para a ilha do Porto Santo, permitindo-lhes ser transportados para a Madeira, que era o destino inicial.

A PSL ainda refere que os passageiros que pretendam alterar as suas passagens originalmente marcadas poderão fazê-lo sem custos acrescidos.

O movimento no Aeroporto da Madeira tem estado condicionado desde sábado devido ao vento forte, o que originou o cancelamento de dezenas de voos e afetou milhares de pessoas.

Hoje, na informação disponibilizada na página da ANA -- Aeroportos de Portugal, pelas 08:15 já constam os cancelamentos de seis chegadas e de seis partidas.

Na quinta-feira, a ANA alertou para condições meteorológicas adversas entre sábado e terça-feira, propícias a constrangimentos nas operações no aeroporto madeirense.

A costa sul da ilha da Madeira está sob 'aviso amarelo' até ao final do dia de terça-feira devido ao vento forte com rajadas da ordem dos 80 quilómetros por hora no extremo leste, de acordo com o Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA)

O 'aviso amarelo', o terceiro mais grave, significa situação de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon