Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Nelson Évora melhora marca pessoal do ano no 'meeting' de Madrid

Logótipo de LusaLusa 24/02/2017 Filipe Bravo
INÁCIO ROSA/LUSA © LUSA / INÁCIO ROSA INÁCIO ROSA/LUSA

Madrid, 24 fev (Lusa) - Nelson Évora melhorou hoje o seu melhor registo do ano no triplo, para 16,75 metros, no decurso do 'meeting' de atletismo Villa de Madrid, a decorrer na capital espanhola.

Já com mínimos paa os Europeus de Belgrado, Évora passa a ser o sexto melhor europeu do ano, ao progredir 18 centímetros face ao seu melhor registo de 2016.

Quarto na prova, Évora abriu com 16,56 metros e fez ainda 16,60 no segundo ensaio. Após dois nulos, melhorou para 16,62 e fechou a 16,75, confirmando uma fase ascendente de forma.

Venceu o cubano Alexis Copello, com 17,10, seguindo-se o francês Harold Correa (16,94) e o letão Elvijs Misans (16,77).

Também em prova esteve outro português, Carlos Veiga, que terminou em sétimo com 15,50.

Onze portugueses estiveram em prova no meeting de Madrid, alguns dos quais primeiras figuras, como Tsanko Arnaudov - igualmente já apurado para os Europeus - quarto no peso, com 19,93 metros.

Melhor que ele só o congolês Frank Elemba (20,86) e os espanhóis Borja Vivas (20,05) e Carlos Tobalina (20,01).

Igualmente a confirmar mínimos para Belgrado esteve Lorene Bazolo, segunda nos 60 metros, com 7,33 segundos, o seu melhor registo desta época. Só perdeu para a venzuelana Andrea Purica, creditada em 7,30.

Nos 60 metros barreiras, Rasul Dabo ganhou uma das meias-finais com 7,88 segundos, melhor marca pessoal do ano e a 10 centésimos dos mínimos. Seria depois quarto na final, com 7,72.

Na mesma especialidade, mas em femininos, Olímpia Barbosa foi terceira na sua meia-final, com 8,42, e depois sexta na final, com 8,52.

Cátia Azevedo foi terceira nos 400 metros, com 54,10 segundos, e Dorothé Évora a primeira na corrida B, com um recorde pessoal a 54,38.

A sub-23 Salomé Barbosa correu os 1.500 metros em 4.29,52, para terminar em sétima, enquanto que nos 800 metros, corrida B, Sandy Martins foi quinto, com 1.51,14, a pouco mais de dois segundos dos mínimos.

FB // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon