Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Neuer: "Ronaldo é dos mais perigosos que se pode encontrar"

Sportinveste 15/06/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Neuer: "Ronaldo é dos mais perigosos que se pode encontrar" © Sportinveste Multimédia Neuer: "Ronaldo é dos mais perigosos que se pode encontrar"

O guarda-redes Manuel Neuer considera Cristiano Ronaldo como "um dos adversários mais perigosos que se pode encontrar no mundo do futebol", na véspera de defrontar o português numa espécie de "final antecipada" do Mundial2014.

"Não sei se o Cristiano Ronaldo está preparado, nem se está no auge da sua forma física, mas é um dos adversários mais perigosos que se pode encontrar o mundo do futebol", defendeu Manuel Neuer, em conferência de imprensa no estádio Arena Fonte Nova, em Salvador, palco do jogo entre as duas seleções, na segunda-feira.

O guarda-redes, considerado um dos melhores do mundo na sua posição, lembrou que a equipa germânica também tem "excelentes talentos individuais" e que costuma "crescer com o decorrer das competições", apesar de Portugal ser um adversário temível no grupo G da fase final. "É um adversário forte, que tem sido muito bem sucedido nos últimos anos e de certa forma este jogo é como se fosse uma final. Depois do encontro, saberemos exatamente em que posição estamos" em matéria de favoritismo para a conquista do título, assinalou Neuer.

O guarda-redes lembrou que Portugal foi quarto classificado no Mundial2006 e que apenas perdeu com a Espanha - futura campeã - em 2010: "Os adeptos alemães sabem que não será um jogo fácil. Não se pode dizer que vamos vencer o grupo, porque temos três finais para disputar e começaremos com um adversário muito forte".

O guarda-redes assegurou que está completamente recuperado da lesão no ombro que o afastou dos dois últimos jogos de preparação, com os Camarões (2-2) e a Arménia (6-1), referindo que as expetativas elevadas em torno da equipa, mais do funcionar como um elemento de pressão negativa, permitirão aos jogadores "mostrar o seu melhor". "Não somos a única seleção que quer ganhar o Mundial. Outros países também estão à espera há alguns anos para vencer. Na Alemanha as expetativas crescem à medida que os anos vão passando, mas eu preciso dessa pressão, eu gosto destes jogos e destas provas".

Fonte: O JOGO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon