Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Nobel da Física atribuído a três cientistas por descobertas sobre ondas gravitacionais

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/10/2017 Administrator

O prémio Nobel da Física 2017 foi hoje atribuído a três cientistas norte-americanos por descobertas sobre ondas gravitacionais, foi anunciado em Estocolmo.

O prémio vai ser partilhado pelos cientistas Rainer Weiss, Barry C. Barish e Kip S. Thorne pela sua "decisiva contribuição" para a observação das ondas gravitacionais, segundo o Comité Nobel.

Rainer Weiss é investigador do Massachusetts Institute of Technology (MIT) e Barry Barish e Kip Thorne do California Institute of Tehnology.

Rainer Weiss vai receber metade do montante do Prémio Nobel da Física e os outros dois investigadores partilham a restante metade.

O prémio Nobel da Física 2016 tinha sido atribuído a David J. Thouless, e a F. Duncan M. Haldane e J. Michael Kosterlitz pelas descobertas teóricas sobre as fases de transição da matéria.

No ano passado, o Nobel da Física tinha sido atribuído ao físico escocês David James Thouless, juntamente com Duncan Haldane e John Michael Kosterlitz.

Os prémios Nobel, criados em 1895 pelo químico, engenheiro e industrial sueco Alfred Nobel (inventor da dinamite), foram atribuídos pela primeira vez em 1901.

Foram atribuídos até hoje 110 prémios Nobel da Medicina e em apenas 47 vezes foram entregues a um único laureado, enquanto John Bardeen recebeu o prémio por duas vezes.

O mais novo laureado com este Nobel foi Lawrence Bragg, de 25 anos de idade, que foi distinguido em 1915 em conjunto com o seu pai.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon