Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Nova estação de 1,7ME para tratar esgotos de S. Teotónio, em Odemira

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/10/2017 Administrator

A empresa Águas Públicas do Alentejo vai investir 1,7 milhões de euros numa nova estação para tratar as águas residuais em S. Teotónio (Odemira), que são descarregadas no meio hídrico sem tratamento adequado, foi hoje anunciado.

A empreitada para construção do sistema elevatório e da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de S. Teotónio, no concelho de Odemira, distrito de Beja, já foi adjudicada e tem um prazo de execução de quase dois anos, refere a empresa, num comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo a empresa, a nova ETAR irá substituir a atual e permitir tratar as águas residuais provenientes de toda a população da vila de S. Teotónio, composta por cerca de 2.100 habitantes, e "resolver" o "problema ambiental" de descarga daqueles afluentes "no meio hídrico sem tratamento adequado" e um "contencioso comunitário por incumprimento da Diretiva de Águas Residuais Urbanas".

A construção da ETAR, que será cofinanciada em 85% por fundos comunitários, através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), "vem complementar" um outro investimento feito pela empresa na vila de S. Teotónio.

Tratou-se de um investimento de 162.124 euros, que permitiu desativar duas fossas sépticas e construir um sistema intercetor para encaminhar todos os esgotos para a atual ETAR e foi cofinanciado em 56% por fundos comunitários, através do Programa Operacional Valorização do Território (POVT), explica a empresa.

A Águas Públicas do Alentejo foi criada em 2009 pelo grupo Águas de Portugal e a Associação de Municípios para a Gestão da Água Pública do Alentejo para melhorar e gerir o abastecimento em alta de água para consumo público e o saneamento de águas residuais de 13 concelhos do distrito de Beja, quatro de Évora e três de Setúbal.

Desde que iniciou a atividade, em 2010, e até hoje, a empresa já investiu 30 milhões de euros em obras de saneamento, cofinanciadas pelo POVT, e pretende investir mais 61 milhões de euros até 2020, com cofinanciamento do POSEUR, abrangendo um total de 169.783 habitantes.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon