Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Nova representante de Cabo Verde em Genebra promete fortalecer diplomacia e atrair investimentos

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/07/2017 Administrator

As prioridades da nova embaixadora de Cabo Verde em Genebra, na Suíça, são fortalecer a diplomacia e atrair investimento, acompanhar o cumprimento das obrigações, estreitar a amizade e ter melhor relação com a comunidade cabo-verdiana, referiu hoje fonte diplomática.

O programa foi avançado hoje, na cidade da Praia, pela embaixadora Maria de Jesus Miranda, durante o ato de tomada de posse como nova representante permanente de Cabo Verde junto das Nações Unidas e de Organismos Internacionais com sede em Genebra, na Suíça.

Como "tarefa transversal", a embaixadora apontou o "acompanhamento ativo" do cumprimento das obrigações de Cabo Verde para com os organismos internacionais, procurando encontrar as melhorias vias para um "diálogo franco, construtivo e produtivo" entre o país e os organismos internacionais.

Maria de Jesus Miranda, diplomata de carreira e que substitui na missão José Luís Monteiro, apontou a diplomacia económica como outra área de prioridade, no sentido de atrair mais investimento direto estrangeiro para Cabo Verde.

Apesar de Cabo Verde ter deixado de ser um destino para a ajuda pública da Suíça, após a sua graduação a país de rendimento médio, a diplomata disse que o país vai continuar a procurar as potencialidades de uma cooperação frutífera, com programas flexíveis e mais abrangentes.

Estreitar os laços de amizade e cooperação entre Cabo Verde e a Suíça, bem como com outros potenciais países de acreditação, e ter uma melhor relação e interação com a comunidade cabo-verdiana no país helvético são as duas outras áreas prioritárias da diplomata.

"Procurarei contribuir para a sua cada vez melhor integração no país de acolhimento e para a facilitação e aumento da sua contribuição para o desenvolvimento de Cabo Verde", prometeu Maria de Jesus Miranda, que já chefiou várias missões diplomáticas cabo-verdianas no exterior, tendo também desempenhado funções no anterior Governo.

A posse foi conferida pelo ministro dos Negócios Estrangeiros cabo-verdiano, Luís Filipe Tavares, que afirmou que o Governo não hesitou e Maria de Jesus Miranda foi uma "escolha unânime" aprovada pelo Conselho de Ministros e aceite pelo Presidente da República.

Luís Filipe Tavares espera, agora, um "trabalho coroado de sucessos" na diplomacia cabo-verdiana, que disse está a conhecer "novos desenvolvimentos".

Prometendo "todo o apoio" à nova representante permanente junto das Nações Unidas e de Organismos Internacionais, o chefe da diplomacia cabo-verdiana informou que no próximo ano vai visitar a Suíça para discutir vários aspetos da cooperação, como a defesa e segurança.

"A Suíça tem um papel importante no trabalho que estamos a fazer em termos internacionais e estamos confiantes que a nossa missão vai continuar a prestar um serviço relevante na Suíça e à Nação cabo-verdiana", projetou Luís Filipe Tavares.

O ministro dos Negócios Estrangeiros espera que a nova representante permanente do país em Genebra dê uma "atenção particular" às comunidades cabo-verdianas aí radicadas e promove a atração de investimento direto da Suíça para Cabo Verde.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon