Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Nove pessoas assassinadas no México por alegado ajuste de contas

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/07/2017 Administrator

Pelo menos nove pessoas foram assassinadas após serem retiradas de suas casas na aldeia mexicana de Puebla, por um grupo armado que apareceu na localidade de Huehuetlán el Grande, informaram hoje fontes policiais.

Segundo as informações policiais, quatro das pessoas foram assassinadas na via pública, frente às suas casas, entre elas o comandante da Polícia Municipal de Huehuetlán el Grande.

As outras cinco pessoas foram assassinadas e os seus corpos carbonizados e colocados na segunda-feira numa paragem de transportes no município de Puebla.

Militares e elementos da Polícia Federal foram deslocados para a zona para estabelecer a ordem e tentar identificar e deter os responsáveis pelo massacre.

O governandor de Puebla declarou que a principal suspeita está relacionada com um caso de ajuste de contas entre grupos dedicados ao roubo de combustíveis.

Habitantes do município relataram que algumas das vítimas se dedicavam a comercializar combustível roubado, método conhecido na região como "huachicol".

Alguns habitantes adiantaram que o grupo armado chegou a extorquir dinheiro a comerciantes e que, perante a resistência destes e das famílias, os assassinou.

Desde há ano e meio que o estado de Puebla tem sofrido um aumento dos atos de violência relacionados com o crime organizado deduicado à extração ilegal de combustíveis da empresa estatal Petróleos Mexicanos (Pemex).

Puebla ocupa o primeiro lugar nacional de oubos em pipelines da empresa estatal.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon