Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Novo Banco: Dagong Global sobe 'rating' após a venda à Lone Star

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/10/2017 Administrator

A agência Dagong Global melhorou hoje o 'rating' (avaliação) de crédito de curto e longo prazo do Novo Banco, fixando o 'outlook' (perspetiva) em "positivo", anunciou a instituição liderada por António Ramalho.

Em comunicado enviado hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Novo Banco indicou que "a Dagong Global efetuou o 'upgrade' do rating de crédito de longo prazo para CCC+ de SD e efetuou o upgrade do rating de crédito de curto prazo para C de SD".

O documento indica ainda que a perspetiva dos 'ratings' é "positivo".

A decisão foi tomada na sequência da aprovação e execução da venda à Lone Star em 18 de outubro.

O controlo acionista do Novo Banco voltou às mãos de privados, através da venda de 75% do capital à norte-americana Lone Star, mais de três anos depois da intervenção das autoridades no antigo Banco Espírito Santo (BES).

O BES, tal como era conhecido, acabou em 03 de agosto de 2014, quatro dias depois de apresentar um prejuízo semestral histórico de 3,6 mil milhões de euros.

O Banco de Portugal (BdP), através de uma medida de resolução, tomou conta da instituição fundada pela família Espírito Santo e anunciou a sua separação, ficando os ativos e passivos de qualidade num 'banco bom', denominado Novo Banco, e os passivos e ativos tóxicos no BES, o 'banco mau' ('bad bank'), sem licença bancária.

Depois de uma primeira tentativa feita em 2015, o segundo processo de venda do Novo Banco foi concluído com sucesso na semana passada, com o fundo norte-americano Lone Star a ficar com 75% da entidade e o Fundo de Resolução a manter os restantes 25% do capital.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon