Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Novo cabo submarino de fibra ótica vai ligar América Latina e Europa através de Sines

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/10/2017 Administrator

O primeiro cabo submarino de fibra ótica direto entre a Europa e a América Latina, através de Sines, vai começar a ser instalado até ao início de 2018, com um investimento de cerca de 170 milhões de euros.

Sines vai ser a porta de entrada do primeiro cabo submarino de fibra ótica, que liga diretamente a América Latina à Europa, sem passar pela América do Norte, através de um projeto da empresa hispano-brasileira Ellalink, que deve avançar entre o "final deste ano e o início de 2018", disse hoje à agência Lusa o diretor comercial da empresa, Jesús Bernad.

A empresa hispano-brasileira vai instalar a "estação" da estrutura em Sines, no Centro de Negócios da Zona Industrial e Logística, gerido pela AICEP Global Parques.

"Queremos converter Sines num 'hub' de cabos submarinos", revelou Jesús Bernad, que esteve hoje na cidade alentejana para assinar o contrato para a instalação da estação de entrada na Europa do cabo submarino de comunicações.

Com prazo de execução de 24 meses, o projeto vai permitir maior rapidez nas comunicações, adiantou o mesmo representante da Ellalink, explicando que, além de o cabo passar a fazer uma ligação direta, mais curta em distância, é um equipamento de "última geração", com "uma capacidade inicial de 50 terabytes, podendo chegar [no futuro] a 72 terabytes".

A nova conexão de mais de 10 mil quilómetros vai ainda permitir, segundo divulgou num comunicado enviado à agência Lusa a AICEP Global Parques, "a redução de preço do serviço de internet" e "dará maior segurança na comunicação direta entre a América Latina e a Europa".

O cabo submarino vai ligar Sines, no distrito de Setúbal, em Portugal, a Fortaleza, no Brasil e, posteriormente, "numa segunda fase, Fortaleza a São Paulo", sendo que o objetivo é que esteja operacional em 2019, adiantou ainda a AICEP Global Parques.

O secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, que esteve hoje presente na assinatura do contrato entre a AICEP Global Parques e a Ellalink, considerou este investimento "muito importamte", em declarações à agência Lusa.

"É um investimento muito importante, é um investimento estrangeiro para Portugal, mas que reforça o papel de Sines na ligação não apenas marítima e logística, mas também na área das telecomunicações e das comunicações", disse o governante.

Eurico Brilhante Dias destacou ainda a importância da "ligação à América Latina", tendo em conta que "Portugal tem vindo a reforçar do ponto de vista da política externa a relação com toda a área do Mercosur".

A par disso, o secretário de Estado da Internacionalização acredita que "o aumento da necessidade de armazenagem de dados e de consolidar toda a informação entre os dois continentes", que vai passar por Sines, "abre outras perspetivas de investimento, também na área das telecomunicações".

O presidente da AICEP Global Parques, Francisco Mendes Palma, disse, no final da cerimónia, esperar que este projeto seja "o princípio de outros investimentos nesta área da tecnologia e das comunicações".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon