Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Novo embaixador em Paris promete "empenho" para resolver problemas dos cabo-verdianos

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/08/2017 Administrator

O novo embaixador de Cabo Verde em França, Hércules Cruz, prometeu hoje muito empenho para tentar resolver os problemas dos cabo-verdianos em Paris, salientando, porém, que isso só será possível com mais meios.

"Não acredito em homens ou mulheres previdenciais. É preciso disponibilizar e dar-lhes não só a oportunidade, mas também meios para a ação", pediu o diplomata durante a sua tomada de posse, na cidade da Praia.

Hércules Cruz foi nomeado embaixador de Cabo Verde em Paris depois de as dificuldades no atendimento nas embaixadas e consulados do país, nomeadamente em França, terem sido novamente noticiadas na comunicação social.

No mês passado, os serviços registavam problemas no atendimento, obrigando os utentes a passarem a noite à frente da missão para conseguir senha de atendimento.

Os utentes desta e de outras missões diplomáticas queixam-se também de problemas relacionados com a emissão de passaportes, que em certos casos chega a demorar dois anos.

No seu discurso de posse, o novo embaixador, que substitui Fátima Veiga, disse que "não é admissível" que, em pleno século XXI, os cabo-verdianos estejam a enfrentar estas "situações tão miseráveis" em Paris.

Por isso, pediu mais meios para resolver os problemas, lembrando que as reclamações de meios por parte de representantes diplomáticas em França não são de hoje.

Por sua vez, o ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, garantiu que o Governo vai criar todas condições para que o serviço consular em Paris seja "de excelência e com qualidade".

"Este é o compromisso firme que terá tradução no próximo orçamento de Estado, para 2018. Nós estamos a tomar medidas corajosas com audácia, sentido de responsabilidade para tornar a nossa Embaixada em Paris em serviço de excelência e capaz de prestar um serviço de qualidade", sustentou o ministro, citado pela Inforpress.

Luís Filipe Tavares garantiu que o executivo cabo-verdiano vai enviar para França mais diplomatas e mais administrativos para resolver os problemas por que passam a comunidade naquele país europeu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon