Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Novos confrontos à margem da cimeira G20, carros da polícia em chamas -- polícia

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/07/2017 Administrator

Novos confrontos foram hoje registados à margem da cimeira do G20 em Hamburgo, na Alemanha, com manifestantes a incendiarem carros da polícia, informaram as autoridades através do Twitter.

A polícia federal informou, pouco antes das 07:00 (08:00 em Lisboa), sobre uma "operação em curso contra pessoas violentas", que lançaram cocktails Molotov e incendiaram "viaturas de patrulha" no bairro de Altona, perto de uma esquadra da polícia.

Segundo as autoridades, são esperados até 100.000 manifestantes em ações à margem da cimeira do G20, marcada hoje pelo primeiro encontro entre os presidentes norte-americano, Donald Trump, e russo, Vladimir Putin.

Os manifestantes pretendem impedir o acesso dos chefes de Estado ao centro de congressos.

Quatro helicópteros da polícia sobrevoavam hoje a zona, constatou um jornalista da AFP, depois de uma noite já marcada por confrontos entre milhares de manifestantes e as forças da ordem, de que resultaram 17 feridos ligeiros, incluindo 15 polícias.

A polícia de Hamburgo, por sua vez, referiu "uma nuvem de fumo negro" a elevar-se no oeste da cidade, enquanto viaturas "foram incendiadas" em diferentes bairros.

Os manifestantes bloquearam vários cruzamentos e "corredores de transferência", segundo a mesma fonte, perturbando as deslocações das delegações dos países mais industrializados e emergentes.

O sindicato da polícia GdP condenou na manhã de hoje "os ataques massivos de grupos de extremistas violentos", indicando que os "autoproclamados 'Black Blocks'" tomaram o controlo das manifestações pacíficas de dezenas de milhares de pessoas para atacar deliberadamente" a polícia.

Cerca de 20.000 polícias de toda a Alemanha foram destacados para a cidade portuária de Hamburgo por ocasião da cimeira face aos riscos de atentado e violência.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon