Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Nunca gostaria de defrontar Cristiano Ronaldo"

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/10/2017 Francisco Sebe
© EPA/Roberto Maggieroni

Podendo, Donnarumma prefere não ter que enfrentar o avançado português, assim como Lionel Messi.

Donnarumma esteve muito perto de deixar o Milan no verão, mas, depois de muitos avanços e recuos, acabou por renovar contrato com o emblema "rossonero". Fazendo uma retrospetiva desse momento mais conturbado, o jovem guarda-redes garante que não tem remorsos, mas realça que deveria ter escutado o pai.

"Não tenho remorsos. Há episódios que te fazem crescer e, olhando para trás, não teria feito o que fiz, mas não me arrependo. Digamos que, em determinadas situações, devia ter escutado o meu pai", afiançou, em entrevista à Gazzetta dello Sport.

Instado a opinar sobre o já "eterno" duelo entre Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, Donnarumma sabe apenas que, se pudesse, evitaria o confronto com qualquer um dos dois:

"Os dois avançados que nunca gostaria de defrontar são Cristiano Ronaldo e Messi. São muito diferentes. Messi nasceu um fenómeno, Ronaldo teve de trabalhar muito para se transformar no que é hoje", rematou.

O melhor do MSN em qualquer dispositivo


AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon